Snow Patrol – São Paulo

Em mais uma passagem pelo Brasil, banda irlandesa acertou ao investir em seus hits para agitar o meio da semana dos paulistanos

 2,043 total views

Fotos: Fernando Galassi/Monkeybuzz
Nota: 4.0

Em mais uma passagem pelo Brasil, a banda Snow Patrol fez show muito divertido e cheio de hits no Credicard Hall, em São Paulo.

A abertura ficou por conta da banda mato-grossense Vanguart, que aproveitou o bom momento na carreira (devido ao reconhecimento pelo disco Boa Parte de Mim Vai Embora e sua consagração no último VMB) para aquecer a plateia paulistana com seus sucessos recentes, como Nessa Cidade, e outros mais antigos, como Semáforo.

Com pouco mais de dez minutos de atraso, o grupo irlandês entrou no palco após um vídeo de introdução digno de grandes turnês para começar sua performance com a bem escolhida Hands Open, que ganhou a inserção de “São Paulo” ao invés da “Chicago” original da letra – um artifício certeiro para alegrar o público.

Quem queria conferir os principais sucessos da banda não teve muito do que reclamar. Estavam todos lá desde o início, aparecendo um a um sem suspense. A própria Chasing Cars, que vinha sendo implorada desde o início do show, foi tocada lá pela metade da apresentação e seguida de outros hits de ontem e de hoje, como Chocolate e Called Out in the Dark. O vocalista Gary Lightbody, propositalmente abobalhado, abriu votação entre New York e You Could Be Happy e o povo escolheu a última para conferir ali na hora.

Era interessante notar como Snow Patrol atrai um público heterogêneo, dos teens às solteironas, passando por uma molecada tipicamente “indie” – culpa do som que o grupo faz, um certo meio-termo entre o Indie Rock e a balada para tocar em trilha de novela. O problema disso é uma certa diluição do potencial emotivo de várias músicas. Aliás, grande parte do público parecia ou ignorar, ou simplesmente não entender o significado de várias músicas, daí situações como vários casais se declarando ao som da triste This Isn’t Everything You Are – uma música sobre alguém em uma crise de relacionamento.

Run ficou linda ao vivo, mas enfrentou o mesmo problema, assim como Make This Go On Forever. É uma pena, visto que a banda sabe criar composições narrativas em primeira pessoa como só irlandeses parecem saber. Sendo assim, os pontos mais altos foram as músicas mais animadinhas, como In the End, Shut Your Eyes e a percussiva Fallen Empires, que dá nome ao último álbum da Snow Patrol.

Open Your Eyes e You’re All I Have foram as escolhas certeiras para fechar a apresentação antes do singelo bis, que contou apenas com Just Say Yes. Outro destaque da noite foi The Garden Rules, que o vocalista disse ser sua favorita do novo disco e seria tocada ao vivo pela primeira vez na América Latina.

Com saldo mais do que positivo, a noite ficou marcada pela sucessão de hits e um espetáculo de luzes e vídeo sempre muito bonito no palco. A impressão que fica é que Snow Patrol é, talvez, a maior das bandas de médio-porte de hoje – ou a menor das grandes. A empolgação da plateia e, principalmente, a quantidade de hits não me deixam mentir.

 2,044 total views

ARTISTA: Snow Patrol
MARCADORES: Credicard Hall

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.