Ouça: Benjamin Francis Leftwich

Jovem Folker se inspira nos grandes mestres como Nick Drake, Bob Dylan e Elliott Smith e em artistas mais novos, como Bon Iver e Iron and Wine, para criar sua música

 3,572 total views

O Folk nunca perdeu seu lugar de destaque na música mainstream desde Bob Dylan e suas primeiras incursões no estilo. Desde então, entre picos e vales, o estilo tem se mostrado uma fértil região onde, safra após safra, há novos nomes que se apegam à sinceridade e ao clima campestre do estilo para criar sua própria versão ou seguir os preceitos ensinados pelos grandes mestres do gênero. Benjamin Francis Leftwich aprende com eles (nomes como Nick Drake, Bob Dylan e Elliott Smith), mas também traz um pouco do frescor de novos artistas, principalmente de dois pilares que se formaram nos últimos anos: Bon Iver e Iron and Wine.

O cantor e violonista já foi descrito como sendo o encontro dos arranjos de Sam Beam e a emotiva forma de cantar de Justin Vernon (principalmente na fase de For Emma, Forever Ago). O que faz sentido, mas ainda há também espaço algumas para comparações a outros nomes, como Junip, Keaton Henson, Damien Rice e Angus Stone. Porém, mesmo sendo definido como a “mistura” de outros artistas, o músico sabe impor sua personalidade em suas canções e expressá-la através das belas composições e de seu apelo Pop.

O jovem músico inglês, de apenas 23 anos, começou ainda bem cedo a tocar e compor, mas foi só em 2010, aproximadamente quatro anos depois de suas primeiras composições, que mostrou ao mundo seu primeiro EP, A Million Miles Out. Outro EP, Pictures, viria alguns meses antes de seu disco de estreia, lançado em julho de 2011. Last Smoke Before the Snowstorm conseguiu traduzir muito bem os primeiros anos de carreira do músico e alinhar suas belas canções às suas diversas influências.

Entre as faixas deste álbum, as que mais se destacam são os singles Box Of Stones, Atlas Hands e Pictures, além de Stole You Away e da bela 1904. No ano seguinte viria mais um EP, o belo In the Open – com três belas canções inéditas que mostravam uma nova fase em sua carreira. Ainda que as bases continuassem as mesmas, esta obra apresenta “falta” no refinamento da produção e maior urgência nas faixas. É claro que as ótimas letras e as belas melodias emanadas do violão dedilhado continuam aqui e são os grandes destaques do pequeno disco.

Para este ano, o músico preparou mais um EP (que pode ser baixado gratuitamente em seu site), desta vez com só com covers. Há belas versões de INXS, M83 e Frightened Rabbit, acompanhados basicamente só por voz e violão.

Benjamin Francis Leftwich – Midnight City (M83 Cover)

 3,573 total views

MARCADORES: Ouça

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts