tUnE-yArDs: Rebeldia em Sala de Aula

Merrill Garbus está pronta para mais uma aula maluca de música

tUnE-yArDs: Rebeldia em Sala de Aula
Eliot Lee Hazel

Seguindo a onda iniciada em 2017, a banda americana tUnE-yArDs, um dos expoentes do Indie da virada do século, retorna com um projeto inédito este ano após um período distante dos holofotes. I can feel you creep into my private life é o novo álbum da banda, que chega na próxima sexta-feira, 19, quatro anos após Nikki Nack vir ao mundo.

Liderada por Merrill Garbus, tUnE-yArDs floresceu ao lado de nomes como Dirty Projectors ou Battles, sendo possível reconhecer semelhanças entre as bandas, principalmente na complexidade rítmica que parece guiar todas as três. No entanto, tUnE-yArDs é dona de uma personalidade muito distinta, que une a vibe Folk à energia pulsante dos ritmos africanos. São excertos em loop, voz impostada, ritmos entrecortados criam uma festa contagiante.

O espírito da banda extrapola o som, e contamina os todos outros signos de sua identidade. O jeito de escrever seu nome, por exemplo, que oscila entre maiúsculas e minúsculas, é um deles. Os clipes, cheios de stop motion ou coreografias em staccato são outras pistas, que indicam o mesmo caminho: como quer que seja, Merrill Garbus parece estar tentando a todo momento construir um universo fragmentado, de pedaços que se sobrepõem em camadas desencontradas, mas que, de acordo com uma lógica interna, fazem sentido.

Merrill Garbus, antes de se tornar musicista, trabalhou com teatro de bonecos, coisa que, afinal, faz muito sentido. De fato, existe um experimento material em tUnE-yArDs, um interesse que vai além da composição: a estrutura da música, a materialidade dos instrumentos, as texturas do som, além do jogo e da dinâmica que tem a ver com a energia do universo infantil. Veja bem, a música da banda não tem a ver com ingenuidade, mas com uma expressividade em estado puro.

O clipe de Bizness, talvez a música mais famosa da banda até agora, se passa numa sala de aula. Water Fountain, por sua vez, tem aquele jeitão de programa educacional infantil (alô Ra-Tim-Bum). ABC 123, uma faixa do disco novo cujo nome já parece autoexplicativo o suficiente, também traz o universo lúdico para a cena. É isso: Garbus é uma estudiosa da música, mas um estudiosa rebelde. Se existe na sua arte uma impostação de uma voz poderosa, presente, robusta, como a de uma professora, existe também uma explosão infantil que nega a convenção adulta, carregada de cores vibrantes. Ao que tudo indica, I can feel you creep into my private life tem de tudo para ser mais uma aula maluca de música.

Artista: tUnE-yArDs

Marcadores: Redescobertas