Apostas Monkeybuzz 2014

Entre novatos e outros nem tanto, arriscamos nossos palpites para o ano

 3,483 total views

Mais um ano começa e, com ele, vem uma nova onda de bandas, estilos e movimentos que marcarão 2014. Ainda é cedo, mas já arriscamos alguns palpites dos nomes que brilharão no mundo da música durante os próximos doze meses. Alguns deles mais conhecidos – como Courtney Barnett (foto)-, outros não tão familiares, porém são nomes que tem tudo para ganhar mais espaço e público muito em breve. Temos certeza que ficar de olho nestas bandas e suas respectivas cenas não nos trará arrependimentos.

FKA Twigs

Dona de um estilo peculiar, Tahliah Barnett, mais conhecida como FKA twigs, começou sua carreira dançando (integrando a equipe de Jessie J em 2010), porém foi na música que jovem alcançou real sucesso.

Com um EP lançado em 2012, Twigs começou a chamar atenção de muita gente com seu som que brinca com R&B, Trip Hop e a Música Eletrônica de forma minimalista e cheia de sensualidade. Sua mais recente obra, EP2 (lançado pela Young Turks, selo de The xx e SBTRKT), veio para comprovar sua qualidade e a estabelecendo acima de qualquer hype.

Roosevelt

Como uma espécie de encontro entre Disclosure e Totally Enormous Extinct Dinosaurs, a música de Marius Lauber (nome que você pode conhecer da banda Beat! Beat! Beat!) é capaz não só de te levar para dançar, mas também de embalar em uma hipnótica viagem pela pista.

O músico cria esta fusão de Synthpop, Dream Pop e Música Eletrônica (repleta de elementos multicoloridos e com tendências psicodélicas) desde 2009 e desde então lançou três ótimos EPs, o último deles, Elliot, ainda em 2013. Para o ano que vem, é esperado, finalmente, seu disco de estreia.

The Wytches

Este trio inglês vem chamando a atenção desde meados de 2013 pelo seu som abrasivo e barulhento, que foi categorizado pelos mesmos como “Doom Surf”. Aliando a Psicodelia (com cara de “bad trip”), ao Surf, Noise e Garage Rock nasceu uma das mais potentes misturas roqueiras de 2013 e que tem de tudo para ganhar ainda mais destaque no que vem.

Para um relativamente curto período de vida, a banda lançou até agora bastante material e pelas pistas que dá não deve diminuir o ritmo na tentativa de se consolidar como um nome importante na cena do Indie Rock, deixando de ser somente mais uma aposta.

Courtney Barnett

Esta jovem australiana foi uma das maiores surpresas deste ano. Suas letras que transbordam sinceridade, apresentadas através de sentenças curtas e embaladas pelo hibrido entre Folk e Garage Pop, chamaram atenção de muita gente ao tratar de temas bastante diversos, como jardinagem, masturbação e relacionamentos modernos, de forma ácida e bem humorada.

Com dois EPs lançados ao decorrer do ano, a moça fechou 2013 como uma das grandes promessas para o próximo ano. O bom é saber que ela já pensa em seu primeiro álbum e deve começar a trabalhar nele logo no começo de 2014.

Ventre

Oriundos de outras bandas integrantes do novo cenário roqueiro carioca, Gabriel Ventura, Larissa Conforto e Hugo Noguchi encontram nesta nova formação espaço para explorar outras possibilidades que não se encaixavam na proposta de seus ex-grupos.

Orientada pelo Rock Alternativo, a tríade ainda traz alguns elementos do Post e Indie Rock para dar vazão às suas ótimas letras, que exploram o cotidiano de forma única. Com somente duas faixas lançadas até então, o grupo já ganha o selo de aposta, tamanha a qualidade de suas primeiras produções.

Gloom

Cruzando os mais diversos estilos, entre eles Ska, Rock, Samba e MPB, o quinteto goiano tem um som bem marcante que pode ser comparado a Móveis Coloniais de Acaju. Essa orientação aventureira acaba por gerar faixas intensas, divertidas e dançantes, cheias de brasileirismos, porém sem exageros.

Com mais de cinco anos na estrada, a banda acumula um disco (de ,2011) e um recém-lançado EP que traça novos rumos na carreira do quinteto. Ainda que sua lírica continue ainda focada em temas amorosos, suas faixas parecem explorar novos estilos e ritmos de forma mais natural e autoral.

 3,484 total views

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts