O Mimimi de The Wombats

Disco que evoca as inseguranças e sonhos adolescentes é um dos melhores do trio inglês, permanecendo nos iPods de seus fãs até hoje

 3,775 total views

Sabe aquele disco lançado há algum tempo que você carrega sempre com você em iPod, playlist e coração, mas ninguém mais parece falar sobre ele? A equipe Monkeybuzz coleciona álbuns assim e decidiu tirar cada um deles de seu baú pessoal e trazê-los à luz do dia. Toda semana, damos uma dica de obra que pode não ser nova, mas nunca ficará velha.

The Wombats…Proudly Present: A Guide to Love, Loss & Desperation

A adolescência é uma época nostálgica de nossas vidas em vários aspectos. Por ser um tempo de muitas experiências, ela acaba por ter um impacto significativo em nossa memória e qualquer tipo de sensação que se aproxime do que sentimos neste período, acaba tendo uma imagem mais forte em nossa mente. Portanto, a música tem um impacto muito forte em nossa viagem de volta aos tempos “adolescentescos”. Embora a escolha de um disco nostálgico varie muito de acordo com a idade, há alguns registros que são marcantes por trazer temáticas pertinentes a essa época. Esse é o caso de …Proudly Present: A Guide to Love, Loss & Desperation, terceiro disco do trio inglês The Wombats.

O título do álbum filtra as experiências dessa época, elevando a temática da decepção amorosa. Realmente, se trata de um guia, na medida que ele nos expõe lições a partir de histórias: uma espécie de fábula adolescente moderna, que conta narrativas engraçadas expondo situações que tratam da imprudência e transgressão dessa época de nossas vidas. Tudo isso, logicamente embalado por um Rock Inglês potente com guitarras estridentes, timbres de baixo distorcidos e baterias rápidas e secas.

O disco pode ser bem resumido com o refrão da faixa Let’s Dance To Joy Division, que diz “…Everything is going wrong and we are so happy”. Dessa forma, por mais que tudo que esteja da pior maneira possível, você sempre pode tirar o melhor proveito. Desde se apaixonar por uma stripper (Patricia The Stripper) até tratar a depressão e distúrbios de ansiedade como algo leviano (*Here Comes The Anxiety). É dessa ignorância pela seriedade das situações que The Wombats consegue produzir um dos discos com o teor adolescente mais alto em muito tempo. Acredito que muito deste espírito acabou mais tarde, influenciando direta ou indiretamente bandas como The Vaccines, Cage The Elephant e Peace.

Mas um dos atrativos do disco é a relação irônica e bipolar do comportamento das letras. Em alguns momentos, ele nos evidencia o lado sonhador dos jovens mostrando suas metas de explorar um novo mundo (Moving To New York), já em outros, temos um retrato culposo de um jovem que terminou um relacionamento, se culpando por nunca se aventurar ou pensar diferente (Lost In The Post). E ainda encontramos uma terceira personalidade, que parece ser um observador que despreza esse “mimimi” adolescente, repetindo uma das frases mais famosas do disco: “This is no Bridget Jones”, fazendo referência ao longa metragem de 2001.

Justamente por evidenciar através das letras uma época de nossa vida em que estamos constantemente mudando de ideia, com muitas duvidas, o disco tem uma relação bem próxima. O mesmo sentimento foi mostrado no show que a banda fez em São Paulo há pouco mais de um mês, ou seja, eles levam a sério sua proposta “molecote”. Se quer se sentir mais jovem, é um bom nome para se ouvir. Saudades mimimi.

 3,776 total views

ARTISTA: The Wombats
MARCADORES: Fora de Época

Autor:

Designer frustrado, julgador de capas de discos e odiador daqueles que põem o feijão antes do arroz.