Sónar SP 2012: O Rap chega ao festival

Um festival feito em volta da música eletrônica não poderia deixar de fora artistas do gênero que mistura a palavra cantada com as batidas sintéticas, como Emicida

2,472 total views, 1 views today

A edição 2012 do Sónar SP será ótima para quem está curtindo esta alta do cenário Rap/Hip Hop que nosso país está vivendo, com alguns nomes ilustres se apresentando nos palcos do festival voltado para a cena Eletrônica.

O que faz muito sentido, já que o gênero da palavra cantada tem em sua tradição, desde seu surgimento, o uso de samplers e beat box para acompanhar sua poesia. Conheça o som de quatro artistas que vão agitar a festa no fim-de-semana de 11 e 12 de maio.

DOOM

O músico e produtor Daniel Dumile já atendeu por diversos nomes, um para cada fase da sua carreira, como Viktor Vaughn, King Geedorah, Metal Face, MF DOOM e, agora, apenas DOOM. Nascido em Londres, em um lar multicultural (mãe latina, pai africano), sua família se mudou para Nova York quando ele era criança, o colocando bem no centro da cena mundial do Hip Hop. Trabalhando com música desde 1988 (quando tinha 17 anos), ele já produziu para diversos selos e já fez parceria com gente do naipe de Danger Mouse, no projeto Danger Doom. Com oito discos de estúdio lançados, podemos esperar que ele faça, na sexta-feira, uma apresentação madura digna de quem já sabe o que faz há muito tempo – e o faz muito bem.

M. Takara e Akin

A reunião de longa data do multi-instrumentista com o rapper promete fazer um dos sets mais bacanas do segundo dia do festival. Maurício Takara faz parte da banda Hurtmold, entre vários outros projetos, e já tocou com gente como Otto, Nação Zumbi, Marcelo Camelo e Fugazi. Seu amigo Akin faz parte do duo eletrônico-instrumental Afasia e, como DJ, já abriu para Zola Jesus e Flying Lotus. Para a apresentação no Sónar, eles prometem um formato inédito para eles com os dois comandando as pick-ups.

Criolo

Um dos nomes mais conhecidos da cena Hip Hop paulistana, com mais de 20 anos de carreira, quebrou as fronteiras de gêneros e é, hoje, um dos músicos mais admirados de todo o país. Com apresentação no festival marcada para a primeira noite, Criolo promete empolgar o público tocando as músicas de seu último álbum, Nó na Orelha, passeando pelo Rap e outras várias vertentes da música popular, agradando não só os admiradores desse estilo, mas todo fã de boa música.

Emicida

Um dos grandes resonsáveis pelo hype em torno do Rap nacional nos últimos anos fará uma das grandes apresentações do dia 11 de maio no Sónar, na qual Emicida exibirá as rimas e sons que vem conquistado multidões dentro e fora do país, com destaque desde o underground até o Top 10 da MTV. Quem já conferiu o rapper ao vivo sabe como ele comanda a cerimônia com maestria e vai estar pronto para aniquilar qualquer desconfiança de quem ainda não se entregou ao seu trabalho.

2,473 total views, 2 views today

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.