Uma Música Qualquer de Uma Banda Como Muitas Outras

“That Thing You Do” é o registro mais sincero e Pop dos sonhos que a agressiva Indústria Fonográfica proporcionou aos jovens nos últimos 50 anos

 1,976 total views

“A arte imita a vida” e Hollywood faz seu melhor para acompanhar essa dinâmica de perto. Uma de suas produções que fez isso bem foi That Thing You Do (1996), que ganhou no Brasil o nome The Wonders – O Sonho Não Acabou, em referência à banda fictícia cuja história é contada no filme.

A produção (escrita e dirigida por Tom Hanks – sim, ele mesmo) narra a carreira do tal grupo do título em português, um desses casos de “banda de um hit só” com a tal That Thing You Do. Eles cruzam os Estados Unidos de sua cidade-natal até Los Angeles para tentar a vida com uma grande gravadora e é aí que eles veem seus sonhos tomarem outros rumos bem diferentes do que originalmente concebidos – uma história que diversas bandas se identificariam tanto nos anos 1960 quanto hoje, 50 anos depois.

A canção-título é uma deliciosa balada Pop dançante bem aos moldes da década de Beatles, Monkees e Beach Boys, tanto é que teve grande repercussão nas vendas daquele ano, tanto como single, quanto como álbum da trilha. E é aí que o lançamento encontra seu principal dilema comercial.

That Thing You Do precisa se sobressair entre as demais não apenas por carregar o título do filme, mas por precisar justificar como a The Wonders teria essa primeira canção como um sucesso absoluto, e não as outras. Ao mesmo tempo, o disco com a trilha do filme precisa ser vendido como um todo e não ser carregado por apenas uma faixa.

Para isso, foram compostos falsos hits ainda mais descartáveis, como Little Wild One e I Need You, que prolongam a aura Pop da produção sem ofuscar sua faixa principal – que, logo na primeira audição, conquista mesmo quem nunca viu nada sobre o filme com sua pegada dançante e ingênua, com a harmonia das vozes em um clima adolescente na bateria, guitarra e baixo. Praticamente uma versão de Hollywood para Anna Júlia.

O filme é um passatempo tão Pop quanto sua trilha e vale uma “sessão da tarde” agora nas férias de julho ou durante o fim-de-semana. Se você curtir a vibe destas músicas, certamente vai gostar da produção – que conta ainda com uma Liv Tyler super novinha que nos faz sorrir a cada cena.

That Thing You Do

Little Wild One

I Need You (That Thing You Do)

 1,977 total views

MARCADORES: Trilha-Sonora

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.