Roteiro Monkeybuzz: Virada Cultural 2013

Não se perca por aí: saiba o que vai rolar de melhor nesta edição do evento paulistano que acontece entre os dias 18 e 19 maio

4,701 total views, no views today

Mais uma vez a cultura toma conta das ruas e avenidas paulistanas na 9° edição da Virada Cultural. Música, teatro, literatura e outras tantas formas expressões artísticas vão brigar pela atenção do público entre os dias 18 e 19 de maio e nossa arte preferida (a música, é claro) está mais uma vez muito bem servida com atrações para todos os gostos. Para você não se perder em meio a tantas opções, nós do Monkeybuzz fizemos um pequeno roteiro, separando algumas das melhores atrações do fim de semana.

Dia 18

18:00 – Lobão (Palco Sâo João)

A primeira atração do fim de semana é o sempre polêmico Lobão, que entre uma confusão e outra continua compondo suas músicas. Os mais de 30 anos na estrada garantirão um show cheio de hits roqueiros. Bom começo para a Virada, não?

Thiago Pethit

19:00 – Thiago Pethit (Palco Edifício Copan)

Em um dos edifícios mais famosos de São Paulo irá se apresentar um dos mais icônicos artistas da nova geração da música paulistana. Pethit irá mesclar em seu repertório músicas dos discos Berlim, Texas e do ótimo Estrala Decadente e não promete economizar em hits.

20:00 – Lucas Santtana (Palco 25 de Março)

Um dos novos exportadores da música brasileira se apresenta no centro da cidade com faixas de Sem Nostalgia e de O Deus que Devasta Mas Também Cura. Vale a pena conferir ao vivo um pouco do que os gringos estão conhecendo como nossa nova geração musical.

22:00 – Graveola e o Lixo Polifônico (Palco Cásper Líbero)

“Coletivo lúdico experimental transmidiático & anamorfoses afins”. Assim se apresenta o grupo mineiro que traz seu som experimental e extremamente divertido ao fim da primeira noite da Virada. Prepare-se para arriscar alguns passos de dança e dar algumas risadas com este show.

Emicida

23: 50 – Emicida (Palco Rio Branco)

O fim do dia 18 será marcado por uma figurinha carimbada em São Paulo. O rapper Emicida se apresenta no Palco Rio Branco, destinado às novas caras do Rap brasileiro. Então se você curte o estilo vale a pena ficar mais um tempo por aí e dar uma olhada nestes novos artistas.

Dia 19

Vanguart

06:00 – Vanguart (Palco 25 de Março)

Grupo cuiabano faz uma de suas ultimas apresentações com a turnê de Boa Parte de Mim Vai Embora (2011). Se você ainda não viu, quer matar a saudades ou se despedir, eu sugiro que acorde cedo (ou vá direto, já que a proposta é ir “virado”) para acompanhar Hélio Flanders e companhia dizendo adeus a esta ótima tour. Vale a pena lembrar que em breve o grupo lançará um novo álbum (e quem sabe não vemos mais novidades em primeira mão.)

8:00 – Mombojó (Palco 25 de Março)

O quinteto pernambucano volta à cidade para mostrar seus sucessos colhidos em onze anos de carreira. A exemplo do disco lançado neste ano para comemorar todo este tempo de estrada, a banda deve apresentar seu maiores hits e colocar uma ou outra faixa nova no set.

Apanhador Só

10:00 – Apanhador Só (Palco Cásper Líbero)

Às portas de lançar seu novo álbum, o grupo gaúcho pode soltar alguma novidade durante a apresentação, então vale a pena conferí-los. Mesmo que isso não aconteça, a diversão está garantida com os sucessos do primeiro e homônimo álbum do quarteto sucateiro.

12:00 – Criolo (Palco Julio Prestes)

Sempre catárticos, os show do rapper são ótimos e muito consistentes. Com o repertório baseado no impressionante Nó Na Orelha, o músico leva aos palcos diversos rítmos e sonoridades agregados ao seu Rap.

14:40 – Bárbara Eugenia (Palco Cásper Líbero)

Quase chegando ao fim da Virada, quem comanda nossa lista são as mulheres. Bárbara Eugenia leva ao centro de São Paulo um show que deve priorizar seu mais novo lançamento, É O Que Temos, mas que também deve trazer um pouco de seu melancólico debut, Journal de BAD.

Céu

16:00 – Céu (Palco 25 de Março)

Fechando nossa programação para o fim de semana está Maria do Céu. A cantora promete um show recheado de Groove, Afrobeat e vocais em um Soul abrasileirado para apresentar as faixas de seu mais recente Caravana Sereia Bloom. A Virada acontece até às seis da tarde, então se ainda se sentir disposto vale pena dar uma espiada no show do Otto (neste mesmo palco) ou então ir para sua casa descansar um pouco, afinal o dia seguinte é uma segunda-feira.

4,702 total views, 1 views today

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts