Winter: “Queria escrever músicas divertidas de tocar”

Samira Winter fala sobre seu mais recente disco, “Ethereality”

737 total views, no views today

Fotos: Jeff Leeds Cohn

Acredita que já vai fazer cinco anos que Winter apareceu pela primeira vez no Monkeybuzz?

A estreia da banda curitibana-estadunidense no site aconteceu em julho de 2013, na cobiçada seção Ouça: Bandas. Desde então, Samira Winter e seus comparsas viraram verdadeiros habitués destas páginas. Prova disso foi uma entrevista em 2015 que antecedia o EP Supreme Blue Dream, devidamente resenhado por aqui. Poucos anos depois, foi hora de um novo papo por email para contar sobre seu recém-lançado álbum, Ethereality, lançado no Brasil pelo selo Balaclava Records.

Samira conta que todos os arranjos do disco foram feitos em conjunto com os músicos do grupo, o que gerou um álbum “bem de banda”. “Quando estava compondo, queria escrever músicas divertidas de tocar”, comenta ela, que diz se divertir ao bolar distorções e harmonias de solos para suas faixas. “Procuro experimentar cada vez mais”, completa.

“A maioria das musicas foram escritas no meu quarto em Los Angeles e no meu quarto em Curitiba”, revela Samira, “Zoey primeiro foi uma brincadeira de música, mas daí acabei gostando e, quando conectei meus pedais e guitarra, brinquei com meu Pitch Shifter da Boss e achei um oitavado cristalino bem lindo que definiu muito a vibe da música”.

“Meu processo de composição acaba sendo bem pessoal, pois me traz muita satisfação quando consigo expressar o mais próximo do que eu quero dizer. Acabam sendo diários e muitas vezes releases emocionais”, contou ela, que disse também estar ouvindo muito Weezer, Lilys e The Breeders enquanto compunha para Ethereality. “Sempre estou escutando musica brasileira mas não me lembro exatamente o que eu estava escutando na época”, comenta ela.

Há uma canção com versos em português no disco (Blue Eyes), algo que ela já tinha feito em seu trabalho solo (o EP Tudo Azul). “Eu quero muito escrever mais em português”, revela a artista, “não rolou muito em Ethereality, mas tenho um álbum que vou lançar esse ano como projeto solo que a maioria é em português”. Até esse lançamento acontecer, e termos ainda mais Winter pelo site, ficamos com o álbum ainda fresquinho, que ainda pode render assunto e shows por aqui.

738 total views, 1 views today

MARCADORES: Entrevista

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.