RAIO-X: RHR – “MALOCA”

Produtor conta um pouco sobre a brisa de cada faixa do novo trabalho lançado na Gowpe

84 total views, 4 views today

Fotos: Ariana Miliorini

Após um ano de gigs em grandes festivais Eletrônicos e festas undergrounds de todo país, o produtor RHR solta o EP Maloca no selo Gowpe. Influências da infância vivida na quebrada são fortes em toda alma do trabalho musical, recheado por muita ginga e altamente inflamável nas pistas. Elementos de Funk de favela se entrelaçam ao Breakbeats e Electro, numa combinação envolvente. Na semana passada, o Monkeybuzz trocou uma ideia com RHR sobre o novo trabalho e lançou em primeira mão a faixa Baile Funk. Veja agora um pouco das inspirações do artista a respeito de cada música do EP.

NEUROSE “Nesta, utilizei bastante ruído dos pedais (Boss Pitch Shifter e mooer Lo fi Machine) para criar o groove que está recortando os ruídos, gravados e sequenciados no Ableton, para cada parte formar uma textura. Eu tive a idéia do pad numa semana onde eu estava escutando muito Trance de Detroit e Trance old school, além de estar estudando algumas técnicas de como usar gate etc.”

MALOCA “Foi hiato antigo, eu fiz o primeiro esboço dela em 2016. É um típico Electro Funk, tudo no som eu fiz de forma digital usando plugins (Fab Filter Saturn, Rc Color Kush plugins e Slate Digital Tape) com mesmo vocal que tem na Diretoria, que gravei com um overdrive. Por incrível que pareça, a inspiração veio do álbum do Ndee Naldinho, O Apocalipse, eu escutava muito esse álbum na época.”

DIRETORIA “A faixa teve duas formas diferente. Na primeira, soava como um Electro Break com um drone de soundscape na música inteira. O projeto pausou, e na semana que eu ia dar como finalizado o EP, eu voltei para o projeto e fiz um arpejo com o Sylenth1, passei num overdrive, peguei o vocal que eu tinha gravado para Maloca. Acho que seria uma boa opção para essa música ser apenas o arpejo e o vocal com delays e overdrive com um filtro no começo e saindo gradativamente.”

PARANOIA “Nasceu de um momento hard do meu ano, relacionado a questões pessoais que estavam acontecendo e a cabeça andando a mil com várias divergências de idéias e incertezas. Eu utilizei um synth novo, um Yamaha AN200, que é um módulo groovebox e sintetizador com síntese subtrativa e FM. Construí tudo completamente nele e usei o Ableton para sequenciar, e plugins para distorção.”

BAILE FUNK “Basicamente, é um Electro Funk com um synth maluco que eu fiz no Sylenth1 e sampleei o volt mix e o tamborzão do Yamaha R8.”

SEM NEUROSE SEM K.O. “É uma dub mix sem o pad da Neurose, uma faixa bônus só com a bateria e texturas.”

85 total views, 5 views today

ARTISTA: RHR
MARCADORES: Lançamento

Autor: