Yearbook of Techno: Valesuchi

A DJ chilena é mais uma aluna da “Escola do Techno”

589 total views, 1 views today

Fotos: Eduardo Urzedo/Monkeybuzz

Florencia Valentina Montalvo Alé, de 31 anos, Santiago, Chile, e grande dançarina de flamenco – estudou o ritmo por 10 anos.

Daqui dez anos, eu…

Quero fazer música e no Rio de Janeiro. É o que eu já faço agora, só queria viver um pouco mais perto do mato, mas quero continuar na música e morando no Rio.

Se eu pudesse escolher um poder seria…

Talvez teletransporte, viajar no tempo ou ler pensamento… Teletransporte, com certeza! Imagina poder ir para a Índia do nada?

Se eu fosse dominar o mundo…

Eu faria a expropriação de grandes corporações. Expropriaria o dinheiro dos mais ricos, porque essas pessoas não podem continuar com todo o dinheiro que têm. Seria a primeira coisa que eu faria.

No meu baile de formatura eu quero entrar com…

Em um braço estaria o meu namorado, o Duda, e, no outro, o Prince. Preciso entrar com alguém que dance muito bem para tirar onda no baile da escola.

E na entrada do baile eu quero ouvir…

“Purple Rain”, para dançar “cheek to cheek”.

O meu look do baile é…

Um vestidão bem apertadinho, meio sereia embaixo, feito pela minha mãe. Ela tinha uma loja quando eu era criança e era figurinista. Lembro que ela fazia roupas para noivas, graduandas e madrinhas. Seria um vestido dela.

E vou servir o ponche batizado para…

A velha chata inspetora, que fica falando que você está fazendo merda. A da minha escola, por exemplo, precisava dar uma relaxada. Óbvio que seria para ela.

Na Escola do Techno o meu grupo é…

O do canto, meio atrás, que na aula de física lê revista, escuta uma música ou joga uma parada.

O maior mico que eu já passei em uma festa…

Quando eu tinha 14 anos, estava saindo da festa na casa de um amigo e fui correndo pegar o táxi. Tinha um buraco na grama que eu não vi e caí. Eu estava indo embora bem na hora que as pessoas mais velhas estavam chegando. E eu lembro muito bem disso, porque todos os gatos mais velhos da escola me viram cair e eu quis morrer. Sabe aquela época que você vê os estudantes mais velhos meio como ídolos? Eles tinham uns 17, 18 anos. Foi horrível.

O clube que eu fundaria na Escola do Techno é o…

Que daria água de coco e fundaria o espacinho do silêncio nas festas. Às vezes você precisa parar um pouquinho.

Eu sou o orgulho da minha família e dos meus amigos, porque…

Acho que porque eu sempre fiz o que eu quis de um jeito genuíno. Não fiz só por rebeldia. Eu sempre justifiquei muito bem as coisas que eu queria fazer. Com o tempo, todo mundo entendeu que eu estava certa, porque eu só queria ser mais eu e não uma rebelde sem causa. E foi assim que eu consegui chegar aqui e viver do que eu amo. Minha família e os meus amigos se ligaram nisso.

590 total views, 2 views today