Billie Eilish - don't smile at me

Billie Eilish - don't smile at me
  • Ano: 2017
  • Selo: Darkroom/Interscope
  • # Faixas: 8
  • Estilos: Pop, Pop Eletrônico, Indie Pop
  • Duração: 261
BBBba

Um EP do tamanho de um álbum serve como plataforma para Billie Eilish mostrar ao mundo mais de seu Pop cheio de personalidade: don't smile at me revela ao longo de oito faixas a maneira com que a artista de 15 anos dialoga com o mundo ao seu redor, sem economizar na sinceridade ou no bom humor.

"Go trip over a knife" ela canta para o garoto que não lhe ama "como prometido" (em my boy) logo após comentar problemas de autoestima na balada idontwannabeyouanymore, demonstrando sua força de um lado e fragilidade de outro - aquela dinâmica que a adolescência trata de equilibrar em preparação para toda a vida pela frente. Há momentos em que Billie dá a última palavra ao garoto que terminou com ela (party favour), enquanto tenta conviver com a multiplicidade de sentimentos em outros (como "I wanna be alone/alone with you/does that make sense?", em hostage).

Seus melhores momentos ficam nas faixas mais animadas e dançantes, como bellyache ou a excelente COPYCAT, que abre o disco em seu momento mais Eletrônico. Seu vocal, que lembra muito o de Melanie Martinez em timbre e estética, vem sempre em um primeiro plano absoluto, como a música Pop costuma ser, mas sua interpretação (que parece influenciada pelo naturalismo melancólico de nomes como Lana Del Rey e Lorde) faz questão de fugir de qualquer pastiche desse universo.

O que don't smile at me parece ter de melhor, além das boas músicas, é uma cara despretensiosa para acompanhar a atitude que Billie Eilish comunica - cheia de pose, mas bastante desencanada. É aquele disco divertido e com coração, com letras fáceis de se identificar se você está na mesma faixa estária da cantora, e bastante agradáveis para quem já passou dela.

(don't smile at me em uma faixa: my boy)

Bom para quem ouve: Melanie Martinez , Lorde , Lana Del Rey

Artista: Billie Eilish

Marcadores: Pop Eletrônico, Pop, Indie Pop