Eric Chenaux - Slowly Paradise

Eric Chenaux - Slowly Paradise
  • Ano: 2018
  • Selo: Constellation Records
  • Produção: Eric Chenaux
  • # Faixas: 6
  • Estilos: Experimental, Folk, Jazz
  • Duração: 42
BBBBa

As hashtags que definem o estilo musical de Eric Chenaux, encontradas no Soundcloud do selo Constellation Records, são “Avant Folk” e “Post Jazz”. Embora não seja difícil de entender o que é que Chenaux quer dizer com essa definição - enquadrando sua música entre algo experimental de vanguarda e a erudição acadêmica -, é interessante notar o que sugere também a tradução literal destes termos: “antes do Folk”, “depois do Jazz”.

Ou seja, ao ouvir Slowly Paradise, percebemos um anacronismo, de tempos, climas e intenções desencontradas. Há, por um lado, uma espécie de proto-composição, de música feita no violão, produzida em casa, de aura romântica que canta verdades íntimas do artista que a concebeu. De outro lado, há uma abordagem acadêmica, quase material da música, que se preocupa em intervalos harmônicos improváveis, timbres esquisitos e uma produção quase escultórica da música.

Sobressai nesse breve feixe de seis faixas uma sensação física do som, como se este fosse feito de materiais de plástico que derretem próximas do calor, uma esquisitice que não afasta o ouvinte, mas o envolve em uma aura emocional e onírica. As músicas de Slowly Paradise refletem aquela luz difusa de um sonho, onde sensações agradáveis estão de algum modo unidas à situações improváveis que são produzidas pelo subconsciente.

Chenaux, com sua abordagem tranquila, conseguiu a façanha de produzir uma música experimental que não afugenta os mais indispostos, ao contrário, vai hipnotizando aos poucos o público pela via da curiosidade. É como se a força de Richard Dawson estivesse dissipada pela ingenuidade de Cornelius e pelo livre arbítrio de John Frusciante. Um belo exemplar que ostenta duas qualidades muito raras de serem vistas simultaneamente no mundo da arte: originalidade e gentileza. Ouça já.

(Slowly Paradise em uma música: Wild Moon)

Bom para quem ouve: Richard Dawson , Cornelius , John Frusciante

Artista: Eric Chenaux

Marcadores: Jazz, Experimental, Folk