Resenhas

Cymbals Eat Guitars – LOSE

Novo trabalho mantém recente tradição do grupo, um pouco mais distante de seu frescor original

 1,847 total views

Ano: 2014
Selo: Barsuk Records, Tought Love Records
# Faixas: 9
Estilos: Indie Rock, Emocore, Noise
Duração: 44:45
Nota: 2.5
Produção: John Agnello

Embora um pouco mais distante do frescor Indie de sua estreia (Why There Are Mountains de 2009) e também da sonoridade hi-fi de seu segundo lançamento (Lenses Alien de 2011), Cymbals Eat Guitars parece manter o ímpeto criativo que possui desde seu aparecimento (e sua consequente repercussão) vindos de seis anos atrás.

LOSE continua a herança do grupo, situando-se no meio do caminho entre o Indie Rock e o Emocore. Sem medo de experimentar a sonoridade de seus arranjos com teclados, sintetizadores e ruídos, a influência de Cymbals Eat Guitars parece vir diretamente de um cenário alternativo apadrinhado por The Velvet Underground (de onde sai, inclusive, o nome da banda), com amostras óbvias da linhagem de Sonic Youth, passando pelo aspecto garageiro de Superchunk e chegando até exemplos mais recentes do slowcore como Spiritualized. Todavia, apesar de todos estes fatores, o grupo tende – graças, principalmente, ao timbre e aos maneirismos impetuosos do vocalista Joseph D’Agostino -, mais ao universo do Hardcore emocional (a faixa XR, aqui, serve como um dos melhores exemplos desta amálgama) do que ao cenário underground do Noise estadunidense.

LOSE se alterna entre momentos muito inspirados de melodias cativantes (numa prova de que ainda resta alguma amostra daquele gás que impulsionou o grupo em direção à sua projeção atual), com outros mais óbvios, que soam como zona de conforto ou uma espécie de auto-paródia. Todavia, o trabalho é coeso e tem o aspecto de um álbum bem acabado (na verdade, se considerarmos os três lançamentos de Cymbals Eat Guitars até agora, não é difícil de imaginar uma espécie de grande trabalho dividido em três partes). Também é difícil imaginar (apesar dos momentos mais fracos do álbum) sua música como um resgate sonoro ou revival vindo de outra época: Cymbals Eat Guitars, sobretudo em seu LOSE (à maneira de Yuck) transporta o Rock Alternativo dos anos 90 para a atualidade com sucesso.

 1,848 total views

Autor:

é músico e escreve sobre arte