Daniel Rossen – Silent Hour / Golden Mile

Mais conhecido como vocalista do Grizzly Bear, Daniel faz um disco incrível no qual, ao longo de suas cinco faixas, mostra uma nova versão de si mesmo, mais madura e objetiva do que em sua banda

1,645 total views, 1 views today

Ano: 2012
Selo: Warp
# Faixas: 5
Estilos: Freak Folk, Folk, Neo Folk
Duração: 23:05
Nota: 4.0

Para quem não conhece Daniel Rossen, é ele um dos responsáveis pelas composições do Grizzly Bear, um grupo que trouxe um Folk estranho ao mundo em 2002 e logo no seu debut o quarteto já fez grande sucesso. Se Daniel ainda mostrava sinais de timidez em Veckatimest (2009), segundo disco em que integrava a banda, se mostra agora mais maduro e com uma compreensão melhor de si mesmo.

Se por um lado Rossen é um super talentoso artista e porta-estandarte do Progressive Folk em sua banda (sem contar que também é fundador do Departament of Eagles), por outro é uma pessoa solitária que continua lutando, tentando alcançar o autoconhecimento. Dessa dualidade, vemos nascer um incrível EP, intitulado Silent Hour / Golden Mile, o ponto de encontro entre essas duas facetas de Daniel, que se mostram de certa forma diferentes das que ele apresenta em sua banda.

Em somente cinco músicas, o EP conta com ótimos arranjos que ocasionalmente explodem nos refrãos. Pela primeira vez a voz de Rossen é ouvida sozinha, e com seu violão ele nos conta ótimas histórias. Com uma simplicidade encantadora em seus 23 minutos, mesmo contendo diversos outros elementos, a simplicidade em suas canções é o que mais impressiona.

Com um lindo arranjo de cordas, Up on High abre o disco e seus versos “In this big empty room, Finally feel free” mostram Rossen descobrindo o poder da solitude, como se abrisse as cortinas e conseguisse ver a luz de novo depois de um longo período na escuridão. Com uma guitarra ecoante ao estilo Blues, Silent Song tem uma aura calma e um poderoso refrão: “Another silent hour, Another golden mile” é o mantra repetido mais algumas vezes durante o disco.

Return to Form conta com um lindo loop de banjo, uma guitarra simples, um baixo que fica ecoando suas três notas a música inteira, e uma percussão também simples, e é a canção que mais se assemelha com as de sua banda. Saint Nothing é acompanhada só pelo piano, criando uma melodia muito leve e calma. Unindo isso ao vocal harmonioso de Rossen, essa também é uma das mais belas canções do curto disco.

Golden Mile fecha o disco continuando o mantra iniciado em Silent Song. Com belos arranjos e composições, Silent Hour / Golden Mile poderia vir recheado de mais músicas, mas por hora está bom. Mostrando todo o talento de Daniel, esse curto EP nos deixa ansiosos para duas coisas: mais um EP ou disco solo de Rossen e o tão aguardado novo disco do Grizzly Bear.

1,646 total views, 2 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Grizzly Bear
MARCADORES: Folk, Freak Folk, Neo Folk

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts