Resenhas

DENA – Flash

Disco de estreia de cantora búlgara surpreende pela crueza, espontaneidade e sensualidade

 1,567 total views

Ano: 2014
Selo: Dazed Digital
# Faixas: 10
Estilos: Hip Hop
Duração: 31:45
Nota: 3.0
Produção: DENA

Tão curioso quanto a existência de um Hip Hop composto em inglês feito por uma garota búlgara é o fato do som saído dessa mistura ser bom. O disco de estreía de Dena, Flash, surpreende pelo seu aspecto cru em batidas poucos elaboradas e por versos que, embora um pouco repetitivos, trazem uma sinceridade e um delicioso sotaque em trechos que expõem a cantora a um nu frontal, mas sem medo de serem ao mesmo tempo arriscados e sinceros.

Dez faixas e pouco mais de meia hora é o que a rapper precisa para nos convencer de que a música atual é plural a ponto de efetivamente termos contato com uma experiência tão peculiar. A mudança para Berlim de Denitza Todorova parece afetá-la na básica, porém divertida, Jet Lag, demonstrando que sua forma de cantar é interessante, seus versos trazem uma curiosa escolha de palavras que, mesmo não soando como rimas simples, fluem bem.Thin Rope é um exercício de Trap que cativa logo de cara com suas batidas secas, enquanto Total Ignore é o melhor momento para aproveitar o seu gostoso sotaque.

Seu jeito de criar batidas é bastante restrito ao formato de entrada e retirada de texturas. Em alguns momentos, o tema central vem no começo, como em Thin Rope enquanto em outros sentimos a cor de seu som só no refrão, como em Total Ignore com seu teclado esperto. O carro chefe de seu título de lançamento é Cash, Diamonds, Swimming Pools, que logo de cara parece não fazer sentido em suas rimas que, na batida repetida e viciante, acabam cativando qualquer um e o primeiro sinal de estranheza se perde logo de cara. Seu clipe, com a participação de Erlend Oye, do Kings of Convenience, é a combinação perfeita entre artistas que desde sempre se preocupam menos com seu jeito desajeitado e mais com a confiança que tem para executar seu trabalho.

A produção feita pela rapper coincide com Raps básicos dos anos 1990. Cash, Diamond, Swimming Pools tem um baixo de música Eletrônica daquela época, assim como em Total Ignore soa retrô e bom ao mesmo tempo. No entanto, a repetição de estruturas pode cansar um pouco mesmo, com uma média de três minutos por música. Cada parte da faixa se repete ao menos quatro vezes ao longo de sua duração, o que não é ruim comparada à diversão proporcionadam mas podem enjoar rapidamente em alguns casos.

Na minha opinião, o melhor coincide com Bad Timming, que, mesmo com os problemas de repetição, se mostra a melhor música para um momento mais sensual na grande balada do disco. Games é extremamente crua e lembra um pouco o lado festeiro de M.I.A e suas particularidades regionais. Talvez essa seja a grande relevância do disco que, mesmo cantado em ingles, não deixa de nos passar em nenhum momento o que a rapper gostaria de comunicar e não soa genérico. Logo, DENA faz um bom trabalho de estreia sem perder a sua identidade e deve agradar aqueles que adoram uma voz feminina, ainda mais quando temos a chance de escutar um sotaque tão único.

 1,568 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Stromae, Azaelia Banks, M.I.A.
ARTISTA: DENA
MARCADORES: Hip Hop

Autor:

Economista musical, viciado em games, filmes, astrofísica e arte em geral.