Minor Alps – Get There

Ex-membro do conjunto Nada Surf se junta a musicista para criar uma coesa e interessante obra

1,530 total views, no views today

Ano: 2013
Selo: Barsuk
# Faixas: 12
Estilos: Indie Rock
Duração: 40:08
Nota: 3.0
Produção: Tom Beaujour

Matthew Caws sempre admirou Juliana Hatfield. Enquanto ela saía de seu primeiro grupo, as Blake Babies, em 1990, ele estudava no Liceu Francês em Nova York. Enquanto ela participava de discos do Lemonheads em 1992/93, ele ensaiava com seus amigos, para formar, pouco tempo depois, sua própria banda, o Nada Surf. Ambos tiveram carreiras com oscilações aqui e ali ao longo das décadas de 90 e 00 e agora, em pleno 2013, finalmente gravaram um disco juntos, sob o nome de Minor Alps.

O nome foi inspirado em Mont Ventoux, a montanha que cercava a casa dos pais de Caws na França, seu principal destino nas férias de verão. Enquanto Mont Ventoux é considerada, tecnicamente, parte dos Alpes Franceses, os livros de geologia contradizem o conceito formal, dizendo que a montanha não tem cordilheiras ao redor, logo, não pode ser chamada de Alpe, mas cabe a denominação “Alpe Menor”. O projeto teve uma lenta e permanente colaboração, que tem raízes no início dos anos 90, quando Caws, encantado com a performance de Juliana no palco, a convidou para cantar num lado-B do nascente Nada Surf. O resultado foi I Wanna Take You Home e Caws ainda seria convidado para dividir os vocais na canção de Juliana, Such A Beautiful Girl.

Os frutos desta longa colaboração estão em Get There. O resultado é uma sonoridade angustiada e mais oitentista do que noventista. A abertura com Buried Plans, traz a voz dos dois mixadas juntas, como se fossem uma só, num efeito interessante. Violões e efeitos eletrônicos fazem a moldura sonora. I Don’t Know What To Do With My Hands vem num clima que lembra um Pixies mais silencioso, sem as alterações súbitas de andamento, mas com a eclosão em refrão mais alto. Far From The Roses parece alguma canção pós-punk esquecida, oscilando entre Lloyd Cole And The Commotions e Siouxie And The Banshees, com guitarras harmônicas que lembram as emulações de Byrds feitas pelos Commotions. If I Wanted Trouble tem andamento eletrônico entremeado com guitarras cíclicas, Maxon é uma balada derramada que novamente lembra Cole, mas em carreira solo. Wish You Were Upstairs é lânguida e bonitinha e antecede o ataque de Mixed Feelings, a única canção um pouco mais rápida/nervosinha. O encerramento com Away Again é belo e triste, com o disco acenando para paisagens contemplativas e entediantes, como se o mundo fosse mesmo uma montanha nublada que se vê da janela de casa num dia de verão sem sol.

1,531 total views, 1 views today

ARTISTA: Minor Alps
MARCADORES: Indie Rock

Autor:

Carioca, rubro-negro, jornalista e historiador. Acha que o mundo acabou no meio da década de 1990 e ninguém notou. Escreve sobre música e cultura pop em geral. É fã de música de verdade, feita por gente de verdade e acredita que as porradas da vida são essenciais para a arte.