Resenhas

Pollux & Castor – Efeméride

Pequeno EP traz três faixas que dialogam com as referências do grupo

 1,813 total views

Ano: 2016
Selo: Bichano Records
# Faixas: 3
Estilos: Post-Rock, Lo-Fi, Emo
Duração: 16'
Nota: 3.5

O tempo parece ser o tema determinante de Efeméride, daí ser esse o título do novo EP do projeto paulistano Pollux e Castor – embora seja delicado estabelecer a temática de uma obra plenamente instrumental.

Essa impressão vem da maneira com que a banda trabalha as progressões das músicas, calcadas principalmente nas tradições do Post-Rock, mas com alguns dedos do Lo-fi, do Emo e até do Hardcore aqui e ali. Ao contrário de seu trabalho anterior, Pollux e Castor EP, parece haver uma urgência maior e menos daquele desenvolvimento prolongado que estamos acostumados dentro do gênero.

Bruxa do Mar mostra isso, com momentos bem definidos que surgem no que parece ser uma soma constante de fatores até seu clímax. Ambição, a mais curta delas, traz essa urgência de forma ainda mais aguçada, com seus elementos adicionados em uma salada sonora de ritmos, timbres e sensações – é também a melhor das três.

Malard pode parecer a exceção, mas ela vem inicialmente como um respiro no tríptico para, ao final de sua progressão, colocar o ouvinte em um merecido transe embalado pelas guitarras, o tipo de momento que excede o espaço e – como não poderia deixar de ser – o tempo.

(Efeméride em uma faixa: Ambição)

 1,814 total views

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.