Resenhas

Seychelles – Seychelles III

Bons arranjos e boas letras compõem o terceiro álbum da banda paulistana. Edgar Scandurra e vozes de Alborghetti são participações no disco

 2,004 total views

Ano: 2013
Selo: Pisces Records
# Faixas: 14
Estilos: Art Rock, Rock & Roll
Duração: 43:21
Nota: 3.5
Produção: Renato Cortez

Assim como nos trabalhos anteriores, fugindo do apego Pop, o quarteto paulistano Seychelles chega com seu terceiro álbum, Seychelles 3, trazendo seu Rock‘n’Roll direto e com arranjos redondos. A banda consegue misturar uma cara setentista com o moderno, sempre experimentando sem medo e pisando na pedra certa. O disco traz participações especiais, entre elas a de Edgar Scandurra, que está na faixa Amigo Impulsivo, assumindo microfone e guitarra.

A banda continua trazendo seu rock urbano trabalhando com letras cotidianas, mas também politizadas e com bom humor, sabendo utiliizá-lo para dar aquela cutucada ácida. Podemos ver esse uso em O Assalto e Filho do Papai, essa última brincando com a situação de um rapaz nascido em berços de ouro e paparicado pelos pais que descobre que sua vocação é o Rock, com tal história em meio a frases irônicas sobre como é a vida desses jovens que são lotados de atividades pela família.

Viatura em Chamas é uma das melhores do disco. Sem censura e com falas intensas de Alborghetti, trazendo críticas ferrenhas à situação da política e da mídia nacional, nos dando tapas na cara para acordarmos e enxergarmos todo esse cenário. Tudo isso em meio a um som direto, cru e rasgado. Outra faixa interessante é Fiore del Cuore, onde a banda assume metais e cria uma atmosfera latina, e assim mostra como sabe trabalhar bem diferentes estilos. O álbum é encerrado com Appaloosa, um instrumental que mistura Rock e Eletrônico de uma maneira nada clichê, com batidas bem classudas de um Electro Pop meio psicodélico.

Já com bom tempo de estrada, o Seychelles não tem medo de experimentar. O resultado é um Rock que passeia por caminhos que nos levam pelas faixas que, sempre bem compostas, tanto em arranjos quanto em letras, evitam positivamente os clichês Pop. Música de gente grande.

 2,005 total views

BOM PARA QUEM OUVE: O Terno, Nevilton, Apanhador Só
ARTISTA: Seychelles
MARCADORES: Art Rock, Rock & Roll

Autor:

Marketeiro, baixista, e sempre ouvindo música. Precisa comer toneladas de arroz com feijão para chegar a ser um Thunderbird (mas faz o que pode).