Resenhas

The Subways – Money and Celebrity

Bebendo da mesma fonte dos seus últimos dois discos, esse é mais uma disco a la Subways: enérgico, festeiro, descompromissado e barulhento. Um ótimo álbum somente para quem já é fã do trio

1,447 total views, 1 views today

Ano: 2011
Selo: Cooking Vinyl
# Faixas: 12
Estilos: Garage Rock, Indie Rock
Duração: 37:35
Nota: 2.0
Produção: Stephen Street
Livraria Cultura: 22872453

Sem perder nada de sua energia, o The Subways lança seu terceiro álbum. Money and Celebrity, assim como seus antecessores, é carregado de distorção e temáticas despreocupadas. Festas e diversão nunca estiveram tão em pauta nos discos do trio britânico. A falta de aspiração a algo maior leva o disco ao mais do mesmo, com músicas que soam forçadas, esperando diversão a qualquer custo.

Mais uma vez esbarrando nas limitações do Garage rock e Punk, o disco não inova em nada o que já havia sido apresentado em All or Nothing, segundo disco da banda. Seguindo a mesma fórmula, o disco é divertido, mas mais uma vez prova que eles estão presos à sonoridade dos anos 90. Produzido através de Crowdfunding (iniciativa dos fãs arcarem com os custos da produção por meio de doações), quem contribuiu para o disco teve acesso mais cedo à capa e fotos da produção, e é claro também ao CD.

Money and Celebrity foi produzido por Stephen Street (que já produziu The Smiths, Blur e The Cranberries), que mais uma vez produziu um grande álbum dos anos 90, só que na época errada. Toda a energia e carisma do trio tentam compensar a falta de novidade e profundidade do disco.

It’s a Party foi a primeira música apresentada ao público depois de três anos sem lançar nada novo. E também é a musica que abre o disco, deixando clara a sua missão, 37 minutos de riffs carregados de distorção e muita animação. Seguindo por We Don’t Need Money to Have a Good Time e Celebrity temos o mesmo clima festeiro e animado, que é subitamente quebrado pela baladinha I Wanna Dance With You. Seguindo na linha um pouco mais Pop do álbum, continuamos com a as faixas do disco Popdeath e Like I Love You.

Notem: já estamos na metade do disco e nada de novo nos foi apresentado. Até que nos deparamos com Rumour, finalmente algo novo (digo, novo só pra eles), soando muito como Pixies, a banda cai de novo nos anos 90. Friday vai pro lado mais sujo do Garage Rock, e terminando o disco sem (quase) nenhuma novidade temos Leave My Side.

Money and Celebrity se apresenta como mais um do The Subways, sem muitas mudanças dos seus antecessores. É um disco divertido, mas que não acrescenta nada à carreira do trio.

1,448 total views, 2 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Tribes, Cloud Nothings, Black Lips
ARTISTA: The Subways
MARCADORES: Garage Punk, Indie Rock

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts