Resenhas

Wampire – Curiosity

Ainda que divertido, o disco de estreia do duo norte-americano é incrivelmente raso e perde sua força ao longo de repetidas audições

 2,711 total views

Ano: 2013
Selo: Polyvinyl
# Faixas: 9
Estilos: Rock Psicodélico, Pop Psicodélico
Duração: 32:55
Nota: 2.0
SoundCloud: /tracks/70147427
Itunes: http://clk.tradedoubler.com/click?p=214843&a=2184158&url=https%3A%2F%2Fitunes.apple.com%2Fbr%2Falbum%2Fcuriosity%2Fid642217

Curiosity além de nomear o primeiro álbum do duo de Portland, Wampire, parece ser também a principal motivação para sua sonoridade viajada e exploratória desta banda que, mesmo a primeira vista se mostrando interessante, acaba se tornando rasa às repetidas audições.

Pela capa (e até mesmo pelo nome) você já deve ter percebido que o som se trata de algo psicodélico – e se você pensou assim, acertou. Realmente há grandes tendências da Psicodelia, exploradas de forma Pop, Rock e Eletrônica, criando, dessa forma, um misto sem grande coerência estilística (por mais que exista certa convergência lisérgica entre todos estes elementos.)

Composto por somente nove faixas, Curiosity pula de um lado para o outro durante seus pouco mais de 30 minutos, se apoiando em sonoridades quase sempre divertidas e agitadas. A dupla Rocky Tinder e Eric Phipps aposta em melodias enérgicas criadas pelos sintetizadores, um instrumento de corda (variando entre baixo e guitarra) e uma drum machine fazendo as batidas (que, por mais robóticas que sejam, são bem programadas e conseguem propiciar diversos momentos dentro de cada uma das faixas).

Com esse misto, a banda viaja por sonoridades bem marcadas. Passando por diversos gêneros: New Wave em The Hearse, Synthpop em Spirit Forest, Surf Rock em Giants e I Can’t See Why, e até mesmo um pouco do Dream Pop em Trains. Essa aproximação do Pop a estes estilos pode gerar comparações com bandas como Unknown Mortal Orchestra, MGMT e STRFKR, mas soando apenas como derivados destes, sem tanta criatividade e entusiasmo vistos nos originais.

Ainda que este disco renda uma audição de fácil acesso (e felizmente breve) ele não apresenta nada que possa ser de alguma forma encantador, inovador ou com qualquer outro atributo que o mantenha consistente por várias audições.

Wampire – The Hearse

 2,712 total views

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts