Resenhas

White Rabbits – Milk Famous

Em seu terceiro álbum, o sexteto incorporou sonoridades eletrônicas ao seu Indie Rock, arriscando perder alguns fãs na tentativa de fazer algo criativamente novo

 1,837 total views

Ano: 2012
Selo: TBD Records
# Faixas: 11
Estilos: Pop Rock, Indie Rock, New Wave
Duração: 40:25
Nota: 4.0

Em março de 2012 o sexteto norte-americano White Rabbits lançou seu terceiro álbum de estúdio. Nomeado Milk Famous, o álbum tem a função de ser um divisor de águas. Desde seu início em 2007 com o álbum Fort Nightly, a banda ficou muito conhecida na cena indie local por trazer em suas faixas uma atmosfera orgânica, com ótimas batidas de bateria e percurssão e boas linhas de baixo.

Em Milk Famous, esses elementos, que antes determinavam uma sonoridade bem puxada para o Indie Rock, abrem caminho a novos instrumentos e elementos sonoros que tendem mais para o lado Tecno. Não se nota uma extrema dominância desses, mas percebe-se que o álbum é cheio de teclados com muitos efeitos, sintetizadores e batidas eletrônicas, o que o torna divertido e alegre.

A faixa Heavy Metal abre o álbum trazendo em sua sonoridade e em sua letra uma atmosfera Pop, deixando bem claro a que o álbum veio. Bastantes batidas eletrônicas e um vocal desfocado dão um pitaco de que o álbum veio para fazer você se mexer.

Já em I’m Not Mine, Hold It To The Fire e Everyone Can’t Be Confused (segunda, terceira e quarta faixa do álbum, respectivamente), notam-se os motivos que levaram os White Rabbits a tocar com grandes nomes do Indie Rock, tais como Kaiser Chiefs e Interpol. Guitarras pulsantes, baterias pesadas e um vocal marcante, unidos harmonicamente com ótimas letras e efeitos eletrônicos.

Da quinta à oitava faixa, o que manda no pedaço são os vocais distorcidos, sintetizadores carregados de efeitos e um ambiente futurista. Uma das principais características da banda, a bateria, dá lugar à sons eletrônicos, deixando o álbum com mais com cara de um trabalho Tecno do que qualquer outra coisa. Extremamente diferente dos White Rabbits que conhecíamos.

Nas três últimas faixas, Back For More, The Day You Won The War e I Had It Coming, a banda rebusca sua identidade original utilizando pianos intensos, guitarras exatas e lacônicas e baterias robustas e sólidas.

Um disco bem produzido, ótimos musicos e uma qualidade musical admirável. Porém, vocais carregados de efeitos eletrônicos, sintetizadores para dar e vender e incessantes edições instrumentais talvez não sejam o que o público que já acompanha o trabalho da banda queira ouvir. Se os White Rabbits decidirem seguir essa linha sonora nos próximos trabalhos, devem estar cientes de que ganharão novos fãs, porém também perderão muitos dos que já acompanham a trajetória da banda desde seu início.

 1,838 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Hospitality, Maroon 5, Spoon
ARTISTA: White Rabbits

Autor:

Envolvido com rock alternativo desde criança e chamado de hipster por conhecer bandas das quais você nunca ouviu falar.