of Montreal - Rune Husk

of Montreal - Rune Husk
  • Ano: 2017
  • Selo: Sybaritic Peer
  • # Faixas: 4
  • Estilos: Psicodelia, Rock Psicodélico, Indie Rock
  • Duração: 17'
BBBaa

Se uma banda que você curte lança um EP de surpresa, sem nenhum aviso prévio, você prefere que ele traga uma novidade também inesperada em relação ao seu som ou que continue aquilo que você já aprovou antes e te faz seguir o grupo?

No caso de of Montreal e seu lançamento Rune Husk, a escolha parece ter sido a segunda, já que as quatro novas músicas adicionam um repertório familiar à banda e aos ses ouvintes no trabalho de uma Psicodelia desenhada por linhas tortas - dissonâncias, harmonias estranhas e ruídos.

Internecine Larks inaugura a obra com uma balada que cumpre seus deveres de introdução muito bem, colocando o ouvinte no clima nostálgico e crescente que o EP seguirá a partir dali, dando lugar a Stag to the Stable - faixa que qualquer um, inclusive os músicos, muito provavelmente concordará ser a melhor do disco, com um aspecto mais Pop no melhor dos sentidos e cara de um hit acidental. É a primeira descida da montanha russa, após a subida na música anterior, que carrega as próximas duas no embalo.

Isso diz muito sobre a segunda metade do disco, já que Widowsucking vem como uma daquelas faixas que preenchem espaço e você escuta quando dá um play no todo, mas não se lembra direito depois, e Island Life, a escolhida para o encerramento, cria um clima sombrio e não muito empolgante que pouco convida ao repeat, mas deve satisfazer quem já acompanha of Montreal há algum tempo.

Rune Hust, portanto, é um presente para seus fãs, enquanto claramente não visa a expansão do grupo a um novo público - até porque quem vier ao pote por Stag to the Stable continuará com sede. O ouvinte-alvo, contudo, ganhou mais quatro músicas para começar bem o ano novo.

(Rune Husk em uma faixa: Internecine Larks)

Artista: of Montreal

Marcadores: Psicodelia, Rock Psicodélico, EP, Indie Rock