Maglore - Todas as Bandeiras

Maglore - Todas as Bandeiras
  • Ano: 2017
  • Selo: Deck
  • Produção: Rafael Ramos e Leonardo Marques
  • # Faixas: 10
  • Estilos: Indie, Indie Rock, Rock Psicodélico
  • Duração: 37'
BBBBa

Observar a discografia da banda baiana Maglore faz parecer que cada um de seus lançamentos anteriores culminou neste Todas as Bandeiras, um trabalho que acerta ao colocar em primeiro plano as várias melhores características do grupo, e isso enquanto ajuda a posicioná-lo como um dos nomes mais interessantes de sua geração dentro daquela tradição de grandes bandas populares que o país viu nascer nas últimas três décadas.

Não estranharia se, em um futuro pouco distante, alguém colocasse Clonazepam 2 Mg em uma playlist sobre o Rock brasileiro ao lado de Legião Urbana e Os Paralamas do Sucesso. O que Maglore melhor sabe fazer é um som cuja empolgação traz esse apelo Pop desponjado e ensolarado, que consagrou gente como Skank, sem perder a essência do meio Alternativo, ficando muito bem em um line up de festival ao lado de nomes como Boogarins e O Terno, por exemplo.

O que Todas as Bandeiras tem em comum com esses dois também é um referencial direto aos sons psicodélicos dos anos 1960 e 1970, uma ambientação constante nos timbres das guitarras e no volume do som em todas as faixas. The Beatles, em especial, é a inspiração maior e inegável para o disco, fato explicitado no verso "let it be" em Calma.

Mais legal ainda é ver como Maglore parece resgatar a si mesma em algumas faixas: Aquela Força lembra bastante Dança Diferente, enquanto Jogue Tudo Fora vem especial para os fãs de Se Você Fosse Minha, por exemplo, como se o novo disco fosse também um exercício de pegar os maiores acertos da banda no passado e trazê-los para o universo psicodélico e colorido do novo lançamento.

Sendo assim, a audição de Todas as Bandeiras revela um momento fértil em criatividade para o grupo, que se encontra em nova formação sem negar seu passado - pelo contrário, sabe aproveitá-lo muito bem. O teor Pop em músicas como Eu Consegui e Me Deixa Legal deve ajudar a impulsionar o nome Maglore a um público cada vez maior, ao mesmo tempo que a liberdade de criar como acha melhor permanece imutável - um contexto do qual poucas bandas hoje podem se orgulhar.

(Todas as Bandeiras em uma música: Aquela Força)

Bom para quem ouve: Mombojó , O Terno , Los Hermanos

Artista: Maglore

Marcadores: Rock Psicodélico, Indie Rock, Indie, Rock