Moodoïd - Reptile

Moodoïd - Reptile
  • Ano: 2017
  • Selo: Because Music
  • Produção: Pablo Padovani, Pierre Rousseau
  • # Faixas: 5
  • Estilos: French House, Pop Psicodélico
  • Duração: 25
BBBBa

Até agora, Pablo Padovani e sua banda Moodoïd haviam explorado o universo do Rock Psicodélico. Seja com o EP auto-intitulado, de 2013, seja com o primeiro álbum completo do grupo, Le Monde Möö, do ano seguinte, Padovani evocava nomes da estirpe de Tame Impala, Melody’s Echo Chamber ou Connan Mockasin. A aura esfumaçada e colorida não era só uma questão de livre associação: alguns desse nomes são, de fato, parcerias profissionais do jovem francês.

O EP Reptile, no entanto, vem para mudar um pouco as coisas de figura, já que agora Padovani parece interessado no Pop dos anos 80. É claro, pensar em Prince é, em certa medida, pensar em Psicodelia, mas musicalmente Moodoïd acaba de entrar em uma nova fase, e tudo se encaixa muito bem.

A única ressalva a ser feita diz respeito a esta estratégia desgastada de inspirar-se pela musicalidade oitentista, fórmula da qual o mundo da música fartou-se ao longo desta década. No entanto, seja como for, Padovani possui um senso Pop afinado, e uma personalidade forte na hora de compor. Por isso, o álbum não soa como qualquer coisa genérica, e sim como uma etapa natural do processo de pesquisa de Padovani e sua trupe.

Existe um acento do House francês por aqui, da qual o exemplo mais contundente é Daft Punk. A intersecção da música eletrônica e do Funk oitentista que vemos em Reptile inspira-se, muito provavelmente, em Random Access Memories. É possível também pensar na fase mais recente de Justice, ou até mesmo em Kavinsky. Batidas aceleradas, arpeggiator, vocoder e timbres sintéticos de saxofone formam um espectro noturno sobre o qual a voz de Padovani desliza livremente. Apesar de confundir-se um pouco com as outras bandas que evoca, Reptile parece ser uma fase acertada na evolução de Moodoïd. Se interessou, vale investir pouco mais de 20 minutos na audição do trabalho.

(Reptile em uma música: Reptile)

Bom para quem ouve: kavinsky , Daft Punk , Justice

Artista: Moodoïd

Marcadores: French House, Pop Psicodélico