25 Melhores Clipes de 2014

Saiba quais foram os vídeos favoritos da redação do Monkeybuzz neste ano

10,362 total views, no views today

Entre todos os clipes lançados em 2014, 25 deles mais nos chamaram a atenção. Abaixo, você pode ver o resultado da votação da equipe Monkeybuzz, que elegeu os melhores vídeos deste ano.

Neste ano, nosso especial é um oferecimento da Leaf | Óculos em Madeira

Leaf

25. tUnE-yArDs – Real Thing

A artificialidade das pessoas, todas tão fabricadas, comentadas pelas cores, cortes, planos, caras e bocas da sempre ótima Merrill Garbus.

24. Wannabe Jalva – Miracle

Mais uma produção cinematográfica em um clipe brasileiro, Miracle demonstra o nível desejado por Wannabe Jalva em seu novo trabalho. O roteiro inteligente é valorizado pelo capricho na produção.

23. Jungle – Busy Earning

O projeto que é conhecido por seus vídeos que se inspiram em formas orgânicas de dança, acompanhando suas batidas, eleva tudo ao quadrado desta vez.

22. Tweedy – Low Key

Duo brinca com a crise da Indústria fonográfica de um jeito leve e divertido, expondo a nova forma “independente” de se fazer música.

21. Mark Ronson e Bruno Mars – Uptown Funk

O cenário é a periferia de uma grande cidade estadunidense, a época é a década de 1980 e a montagem é tão boa quanto a música. Memorável.

20. Adult Jazz – Am Gone

A sensibilidade temática do álbum é traduzida através deste vídeo, que faz questionamentos sobre religião e liberdade de forma muito única.

19. Coldplay -Ink

Há sempre muitas opções para lidar com a perda. Para ilustrar isso, a animação estonteante deixa o espectador escolher o rumo da história.

18. St. Vincent – Digital Witness

Cores, linhas retas e um show de composição para dar o tom da grandiosidade de uma das melhores músicas do ambicioso novo disco de St. Vincent.

17. Warpaint – Disco// Very – Keep it Healthy

Duas partes antagônicas, uma bem feminina e empolgante por sua dança única e outra com takes noturnos de skate fazem deste vídeo, imperdível.

16. Thiago Pethit – Romeo

Thiago Pethit optou por uma produção cinematográfica sexy,cool e extremamente Rock’n’Roll para incendiar a ansiedade dos fãs pelo novo disco.

15. O Terno – Tic Tac

Uma banda que vem se mostrando extremamente criativa em seus vídeos, repete esse feito em sua nova produção. O trio paulistano consegue prender o espectador com seu bom humor e uma narrativa divertida.

14. Iceage – Against The Moon

Em tons monocromáticos e contrastantes, Iceage produz um clipe que mostra as inevitáveis marcas do tempo em diferentes corpos, acompanhada de uma composição extremamente bela e depressiva.

13. Charlie e os Marretas – Marretón

Todo bom humor do álbum homônimo da banda pode ser enxergado no clipe, com o quinteto trazendo seu som em marretadas contagiantes com sue Funk da pesada. De brinde, a melhor coreografia do ano.

12. Metronomy – The Upsetter

A banda escolheu um romance de uma mulher de aspecto pouco comum com um ser mágico que criado na floresta. O melhor é que o vídeo não se contenta com a fantasia, mas investe em seu lado emocional.

11. The War On Drugs -Under The Pressure

A melhor faixa de 2014 tem um clipe à altura, que acompanha com elegância e engrandece os quase nove minutos de faixa, sem roubar a cena.

10. Washed Out – Weightless

Como o próprio nome sugere, o clipe de Weightless traduz a sensação de leveza e liberdade de uma produção audiovisual repleta de slow motion e com uma fotografia interessantíssima. O clipe mostra que o disco do ano passado ainda rende muitos frutos.

9. Sia -Chandelier

As mais de 400 milhões de visualizações no YouTube não são apenas pelo grande hit da cantora Sia. Qualquer explicação não faz jus à sensação de assistir à jovem dançarina Maddie Ziegler extravasando ao som de um dos singles mais explosivos do ano.

8. Chet Faker – Gold

Entramos em um carro e olhamos para trás. O horizonte escuro iluminado pelo farol do carro revela uma das coreografias mais sensuais do ano, feita em um take só por belas patinadoras. Seu final, transforma toda a experiência e deve ser conferido.

7. Peace – Lost On Me

Com uma trama irônica e repleta de humor negro, o quarteto inglês revela o que parece ser um dos melhores momentos de seu novo disco, previsto para ser lançado em 2015. Peace nos mostra, mais uma vez, o talento pleno para a produção de ótimos clipes.

6. Holger – Café Preto

Uma das melhores músicas nacionais do ano, Café Preto, para muitos, já não existe sem seu clipe. A cada novo play, algo salta aos olhos, seja a bela atriz Luisa Moraes, a banda em sua nova formação ou a superprodução que inunda um apartamento perfeitamente montado em estúdio.

5. Rodrigo Amarante – Tardei

Se existisse um bom tradutor automático que transformasse músicas em clipes, o resultado de Tardei, e de todo o disco Cavalo, de Rodrigo Amarante, seria como este lindo clipe. Com algumas das imagens mais belas registradas no ano, o vídeo consegue transmitir perfeitamente a intensidade reflexiva da canção e de todo o trabalho do músico.

4. OK Go – I Won’t Let You Down

Esse quarteto é conhecido desde o começo de sua carreira por fazer clipes incríveis, assim como por se superar em cada novo lançamento audiovisual. Com este vídeo (talvez o mais megalomaníaco já feito pela banda) não seria diferente e o grupo parece fazer mágica com uso de elementos tão simples e criar esses efeitos que são de encher os olhos.

3. Alt – J – Every Other Freckle

Se um vídeo com uma fotografia arrebatadora, capturando nuances da fauna e flora em mínimos detalhes macroscópicos parecia ser o acompanhante ideal para a excelente faixa do grupo inglês, como lidar quando temos na verdade duas versões? Dividido entre uma versão masculina e outra feminina, a combinação final dos clipes é um dos olhares mais bonitos para natureza que poderíamos ter.

2. Arcade Fire – We Exist

Andrew Garfield é o protagonista de um clipe com roteiro simples e objetivo, mas que ao lado de uma boa fotografia e de algumas pirações, consegue passar de forma única a mensagem da canção da banda Arcade Fire, de que todos existimos da mesma forma e é preciso valorizar o diferente.

1. Flying Lotus – Never Catch Me

O diretor Hiro Murai conseguiu traduzir em imagens muito do conceito tratado por Flying Lotus em You’re Dead!. A morte é abordada por ele de uma maneira diferente e que permite diversas pequenas interpretações a cada vez que assistimos. Mesmo com toda as possíveis interpretações complexas, o que faz de Never Catch Me o melhor clipe do ano é o quanto ele impressiona qualquer um, desde o primeiro play. Seja pelo contraste entre a leveza das crianças dançando e o ambiente em volta delas, pela boa direção de fotografia ou apenas pelo impacto da música, este é um daqueles trabalhos que nos lembram do impacto atemporal dos videoclipes.

10,363 total views, 1 views today

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts