Backup: Far From Alaska

Resenhas, entrevistas e vídeos imperdíveis para quem quer chegar afiado ao festival

 1,811 total views

29 de março | 12h40 – 13h25 | Palco Onix

Far From Alaska, banda de Natal (RN), foi criada em 2012 e é formada por Emmily Barreto (vocal), Cris Botarelli (sintetizador), Lauro Kirsch (bateria), Rafael Brasil (guitarra) e Eduardo Filgueira (baixo). Em sua discografia, estão o EP Stereochrome (2012) e o álbum modeHuman (2014).

Lá em 2012, quando conhecemos a banda, falamos sobre a tremenda qualidade que contrastava com seu pouco tempo de existência:

Recém-formado, o grupo de Natal não demonstra a pouca idade que tem. A qualidade musical de cada um dos integrantes faz toda a diferença aqui e cada um deles traz de suas antigas bandas a experiência necessária para este projeto que ganhou destaque rapidamente. – Nik Silva (Especial, out/2012)

Presente na edição do Planet Terra Festival daquele ano, Far From Alaska impressionou e rende uma aposta certeira:

Essa é, sem dúvidas, uma banda que eu apostaria minhas fichas e a vejo voltando a festivais dessa importância daqui a alguns anos, mas não mais como banda de abertura. – Nik Silva (Especial, out/2012)

Estavámos descobrindo a banda e comentamos o EP pouco tempo depois:

As quatro músicas que formam o trabalho tem apelo estético muito interessante, conseguindo transitar entre diversos públicos – desde quem curte Indie Rock até quem gosta de um som mais pesado que dominou o meio alternativo durante o começo dos anos 90, e isso é um fato raro hoje em dia, ainda mais quando se nota a grande fragmentação entre estilos e o público de cada um deles. – Nik Silva (Resenha, nov/2012)

Conversamos com eles sobre influências, pouco tempo depois:

No geral, as influências para o EP foram bem inconscientes, foi essa coisa da salada musical que são os integrantes mesmo, sabe? Não houve esse momento de “juntar influências”. As músicas foram tomando o rumo delas e a gente foi se deixando levar. Meio hippie isso, né? Mas foi tipo isso, mesmo porque, cada um gosta de uma coisa completamente diferente e todos ouvem de tudo. Imagine tentar agradar cinco pessoas assim. Só podia sair um troço bem estranho! Mas para não ficar sem responder essa, vamos tentar mesclar os gostos de cada um. Tem QOTSA, claro, Rage, Mars Volta, um pouco de Turbowolf, Warpaint, The Dead Weather, todas as bandas do Jack White, aliás. Um pouco de Jazz, de Blues, de Lana del Rey, de Incubus. Ih, vamos parar por aqui se não esse papo vai longe. – (Entrevista, nov/2012)

Em 2014, após o lançamento de modeHuman, uma nova entrevista com a banda:

Acho que a gente aprendeu a querer mais das coisas só, penso eu. A acreditar mais na banda, no nosso trabalho e a buscar os três pontos no campeonato com mais vontade! Ahahaha. Não, mas de verdade. Agora a gente tá começando a entrar num mundo que não conhecíamos antes, de gravadora, de festivais grandes e tal, e a frequente resposta positiva do público e da mídia tá fazendo a gente viver o sonho que sempre tivemos. – (Entrevista, ago/2014))

Lolla

 1,812 total views

Autor:

Videomaker, ator e Jedi