Resenhas

Darkstar – News From Nowhere

Segundo registro do trio inglês é uma fascinante pintura psicodélica que se apresenta como uma incrível experiencia sinestésica

 2,248 total views

Ano: 2013
Selo: Warp
# Faixas: 10
Estilos: Eletrônico, Eletrônico Experimental, Psicodelia, Neo Psicodélico
Duração: 40:07
Nota: 4.0

Em tempos que a música se tornou portátil e a carregamos pra cima e pra baixo em nossos iPods, celulares ou quaisquer outros aparelhos, nós nos esquecemos de que um álbum não é somente uma coleção faixas. Capa, encartes e o próprio objeto físico (vinil ou CD) são partes integrantes da obra, mas que frequentemente são tidos como “inexistentes” ou pelo menos inacessíveis pelo fato de termos grande parte de nossas músicas somente em formato digital.

Trabalhos como News From Nowhere, segundo disco do trio inglês Darkstar, servem para nos lembrar de que eles existem para cumprir um propósito. Neste caso, a arte que estampa o álbum torna nosso primeiro contato com ele de certa forma bem curioso e estranho, mas ao mesmo tempo desafiador e convidativo. Cores vívidas e orgânicas, tons psicodélicos, elementos em foco e outros desfocados e, sobretudo a sensação onírica inerente à obra são transpostas da imagem para o áudio (ou seria o contrario?) criando um efeito monolítico fascinante.

Essas cores e efeitos são presenciados e sentidos por toda a obra e adquirem forma através de sons expansivos e envolventes que se unem ao vocal quase sedativo de James Buttery para criar palhetas sonoras realmente incríveis. Sobretudo, ouvir News From Nowhere é como uma daquelas experiências sinestésicas em que cores e sons se confundem.

Assim como em sua capa cheia de referências, o trio também sabe trabalhar com a diversidade e isso fica claro em faixas como Armonica, Amplified Ease e You Don’t Need A Weatherman que trazem grande carga do experimentalismo e psicodelia de grupos como Of Montreal e Animal Collective, ou ainda a presença da Ambient Music e Synthpop em faixas como Young Heart’s, Hold Me Down e -.

Light Body Clock Starter, Timeaway e A Day’s Pay For A Day’s Work se aproximam do Dream Pop por apresentar uma aura sonhadora e hipnótica. Elas são levemente construídas pela união de muitos elementos típicos do gênero (texturas, batidas, xilofone, voz, sintetizadores, piano e reverberação em quase todos os elementos), mas sem em nenhum momento soar como se pertencente a ele.

Um dos pontos positivos do trio neste trabalho é saber usar muito bem o recurso visual a seu favor, fazendo dele não só uma embalagem e sim uma parte integrante e inseparável de obra. News From Nowhere é um daqueles discos que serão aproveitados em sua plenitude, somente quando absorvidos em sua totalidade.

 2,249 total views

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts