Resenhas

Diggs Duke – Mass Exodus: Volume 2

Mais um EP que mostra a qualidade do multi-instrumentista norte-americano e de sua fusão entre R&B, Jazz e Soul

 1,648 total views

Ano: 2012
Selo: Independente
# Faixas: 4
Estilos: R&B, Jazz, Soul
Duração: 10:55
Nota: 3.5
Produção: Diggs Duke

Em apenas quatro faixas, o EP Mass Exodus: Volume 2 mostra-se uma apreciável viagem pelo R&B, Jazz e Soul conduzida pelo multi-instrumentista norte americano Diggs Duke.

Duty of Grace abre o EP ao som de um emaranhado de vozes e uma discreta base de R&B, com batidas calmas e espaçadas. O toque extra ao estilo vem com a presença do piano e a boa linha de baixo que constroem juntas o clima perfeito para a voz de Diggs, que ao entrar traz um clima nostálgico do Soul. Começando inesperadamente, Cotton Candy parece ser a continuação da primeira faixa, apostando nos mesmos elementos, mas trazendo outros como o saxofone e explorando um pouco mais o Jazz.

Weel Repel pode lembrar um pouco a vibe de James Blake por trazer uma simplicidade e poucos elementos à faixa, praticamente construída a partir da voz e de algumas batidas quase em slow-motion. A curtinha Like I Won’t Grow Old encerra a obra mais uma vez com poucos elementos. Nesta canção, a voz de Diggs e seu piano é que ditam o ritmo, que mais uma vez se mostra calmo e harmonioso.

O prolífico músico de Washington produziu nove EPs em um período de quase um ano e cada um com uma visão diferente do que pode ser essa fusão entre R&B, Soul e Jazz que ele faz. Sua maior característica é sempre manter a qualidade como norte do seu trabalho – o que não foi diferente com Mass Exodis: Volume 2.

 1,649 total views,  1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Mayer Hawtorne, James Blake, Frank Ocean
ARTISTA: Diggs Duke
MARCADORES: Jazz, R&B, Soul

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts