Drik Barbosa – Espelho

Estreia solo da cantora e rapper dá conta de mostrar a dimensão de seu trabalho

918 total views, no views today

Ano: 2018
Selo: Laboratório Fantasma
# Faixas: 5
Estilos: Rap, Hip Hop, R&B
Duração: 16'
Nota: 3.5
Produção: Grou e Deryck Cabrer

“Minhas rimas de peso vêm pra contestar/Nossa pele preta vem pra contrastar” – Melanina, a primeira faixa que Drik Barbosa mostrou de seu EP Espelho, já responde várias perguntas sobre o disco, tanto em sua temática, quanto em sua estética.

Isso porque sua estreia solo, após participações em diversas músicas de outros rappers e fazer parte do grupo Rimas e Melodias, dá continuidade ao que o Rap feito no Brasil hoje apresenta, de misturar letras de crítica social e empoderamento aos versos autobiográficos de temas variados, do cotidiano ao amor.

Esteticamente, Espelho, assim como outros lançamentos contemporâneos, flerta ora com as batidas mais graves do Hip Hop, ora com um R&B mais suave, aproveitando ambos os climas para adequá-los à mensagem do disco – respectivamente o papo mais reto e crítico e a sensibilidade ao tratar dos temas pessoais.

Sendo este seu primeiro lançamento sob seu nome, é bom que ele dê conta desses dois pólos para montar a identidade de Drik Barbosa para o público não só como rapper e cantora ao mesmo tempo – duas funções que desempenha muito bem -, mas também ao transitar entre as diferentes vibes. Argumentando através de sua música, a artista mostra ao mundo um pouco da dimensão que enxerga em si como pessoa e como musicista, e como escolhe mostrá-las com muito talento.

(Espelho em uma faixa: Melanina)

919 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Lurdez da Luz, Tássia Reis, Karol Conka
ARTISTA: Drik Barbosa
MARCADORES: Hip Hop, R&B, Rap

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.