Gold Panda - Good Luck And Do Your Best

Gold Panda - Good Luck And Do Your Best
  • Ano: 2016
  • Selo: City Slang
  • Produção: Gold Panda, Luke Abbott
  • # Faixas: 11
  • Estilos: Minimal, Eletrônico
  • Duração: 44
BBBBa

Encontros e Desencontros (Lost in Translation) é um filme de 2003 dirigido por Sofia Coppola, estrelado por Bill Murray e Scarlett Johansson, que mostra seus protagonistas em crise durante uma viagem ao Japão. O pressuposto do filme é indicado já em seu título original, ou seja, o sentimento de ser um estrangeiro e, portanto, não pertencente a um lugar, confunde-se com um processo de tradução. Nesse sentido, há algo que necessariamente se perde ao transpor-se de uma cultura para a outra. A nostalgia de um turista é, em certa medida, um paradoxo: o fascínio com algum lugar só pode existir na medida em que o mesmo é estranho a nós.

A ideia de tradução parece vir ainda com mais um propósito ao falarmos de música: como traduzir tal desassossego em som? Alone in Kyoto é o nome de uma das faixas de Air na trilha sonora do filme citado. Tourist (atenção ao nome) é outro artista resenhado há poucos dias aqui no site, que em seu álbum de estreia fala sobre a perda de comunicação em um relacionamento amoroso. Good Luck and Do Your Best é conselho que Gold Panda ouve de um taxista durante uma viagem (também) ao Japão. Os três exemplos, embora estejam tematicamente ligados, demonstram uma espécie de coesão sonora entre si, ou seja, são músicas Eletrônicas Downtempo, evocativas e que brincam com texturas sonoras e tentam traduzir o fascínio nostálgico de um turista.

Estes temas, sejam sonoros, sejam culturais, não são necessariamente uma novidade para Gold Panda. O artista já morou no Japão e, além disso, vimos em seu álbum anterior Half of Where You Live, também Minimalista, Eletrônico e cheio de “sutilezas e pequenos recortes do dia-a-dia”, o encanto do artista com algumas capitais cosmopolitas.

A diferença aqui talvez seja a abordagem, ou o ângulo do olhar. Por isso, assim como o trabalho da fotógrafa Laura Lewis (a acompanhante do músico na viagem) nos mostra, Good Luck and Do Your Best é plácido, tranquilo, e focado em um cotidiano estrangeiro, quer dizer, é a busca da normalidade fora do contexto de quem vê. Vale lembrar que este álbum é inspirado por uma viagem ao Japão, mas não é sobre tal viagem. Por isso, talvez, o álbum soe tão atemporal, ou, melhor ainda, consiga traduzir esse sentimento universal de uma alma forasteira que, mesmo viajando, está sempre voltando para casa.

(Good Luck and Do Your Best em uma música: Pink and Green)

Bom para quem ouve: Tourist , Röyksopp , Air

Artista: Gold Panda

Marcadores: Eletrônico, Minimal