Resenhas

Bombay Bicycle Club – A Different Kind Of Fix

Terceiro álbum dos londrinos, que decidiram voltar as raízes explorando novamente os ritmos dançantes, e também trazendo resquícios de sua fase calminha em Flaws. Com belas musicas o disco consegue nos contar uma historia

2,978 total views, 1 views today

Ano: 2011
Selo: Islands
# Faixas: 12
Estilos: Indie Rock, Indie Pop
Duração: 50:45
Nota: 3.5
Produção: Jack Steadman, Jim Abbiss, Ben Allen
Livraria Cultura: 22850842

Esse é o terceiro disco dos londrinos do Bombay Bicycle Club, que dessa vez voltam às raízes mais dançantes. Mais uma vez, a banda flerta com o Indie Rock e o Indie Pop, fazendo um som que vai do agitado ao calminho, às vezes alternando isso dentro de uma só faixa.

Fazendo certo barulho desde 2006, a banda gravou seu debut somente em 2009 e desde então vem se reinventando a cada disco. A Different Kind Of Fix pode ser considerado o meio termo entre o fantástico I Had the Blues But I Shook Them Loose e (o chato) Flaws, mas com uma identidade própria ao mesmo tempo. Mesmo sem toda a energia do primeiro, esse é um disco completo e que mostra todas as faces da banda.

Entre a mais filosófica introspecção e a vida noturna, o álbum passeia por dois grandes momentos guiado pelos discos antecessores. No clima do seu debut, a primeira metade do disco traz músicas mais animadas e festeiras. Já na segunda, o clima mais acústico de Flaws está muito presente.

Viajando entre o som dos seus contemporâneos e conterrâneos Foals e The Maccabees, o Bombay criou uma identidade própria, grande parte pelas letras de Jack Steadman (guitarrista e vocal). O acompanhamento rítmico também incrível, com grandes variações no padrão das batidas dentro de cada música.

Guiadas pela voz inconfundível do Steadman, o disco nos pega pela mão e nos leva a um passeio numa noite estrelada. Uma noite que começa num clima de sonolência em How Can You Swallow So Much Sleep, estamos cansados e pensando em todos os nossos problemas em Bad Timing. De súbito, começamos a despertar da sonolência em Your Eyes e nos animamos pra sair em Lights Out, Words Gone.

Curtindo a noite, Take the Right One nos leva a dançar e chegamos ao ponto alto dançando loucamente com Shuffle. Pronto já cumprimos o objetivo da noite, e ouvindo Beggars já queremos voltar pra casa, daí Leave It é a nossa despedida da balada. Cansados de uma incrível saída, escutamos Fracture no carro indo pra casa e vamos para a cama com What You Want. Lembrando da nossa incrível noite num sonho, fechamos nossa noitada com Favourite Day.

Do Indie Rock ao Indie Pop, A Different Kind of Fix se mostra um disco seccionado, em que soa diferente de seus antecessores, criando uma identidade própria, mesmo remetendo aos trabalhos antigos da banda.

2,979 total views, 2 views today

BOM PARA QUEM OUVE: The Maccabees, Lucy Rose, Foals
MARCADORES: Indie Pop, Indie Rock

Autor:

Apaixonado por música e entusiasta no mundo dos podcasts