Catavento – Ansiedade na Cidade

Músicas bonitas amparam o ouvinte que busca sobreviver ao país de hoje em dia

828 total views, 1 views today

Ano: 2018
Selo: Honey Bomb Records
# Faixas: 10
Estilos: Psicodelia, Indie
Duração: 45'
Nota: 4.0

“Brasil, 2018” – como explicar para as futuras gerações o que é viver nesse lugar e tempo?

Catavento, banda que equilibrava suas letras entre o português e o inglês, fez sua parte de deixar documentada na língua mãe um pouco da resposta em um nível emocional e consciente. Ansiedade na Cidade esmiúça temas típicos do recorte que nós aqui chamamos de “hoje” em uma sonoridade que vai de encontro ao que você poderia esperar de um título desses, mas que se explica – e agrada – facilmente.

Para um ouvido desatento, ou estrangeiro, as músicas podem parecer tranquilas, quase aquilo que alguém escutaria para um alívio imediato da sua própria ansiedade. Só que são faixas que misturam um sentimento de coletividade (o que faz sentido em uma banda de sete integrantes) com uma esperança espancada – ela segue viva, porém bastante comprometida – em uma audição nem sempre tão ansiolítica assim.

Além das letras, que propõem pequenos retratos do que vemos e ouvimos falar na mídia, redes sociais e qualquer outra situação em que se possa observar o brasileiro em ação, os timbres e melodias são aparados por inserções de sons – do apito da chaleira à gravações antigas. Eles harmonizam na música e na sensação ruidosa com a qual convivemos sem muita escolha, aproximando ainda mais o ouvinte sensorialmente ao conteúdo do disco.

Isso tudo faz com que Ansiedade na Cidade seja uma obra de fácil identificação por quem mora no país hoje, principalmente para quem tem na música uma oportunidade de diálogo com essa realidade, ao lado de um amparo para esse contexto mental e emocional. Por isso também não é difícil entender por que Catavento optou não pelo peso enérgico que já trabalhou, mas pela beleza de faixas que conversam tão bem com a produção do meio Alternativo brasileiro. É a banda criando uma obra referencialmente relevante enquanto afirma seu nome como um dos grandes merecedores de atenção em sua época.

(Ansiedade na Cidade em uma música: This Is Life/Corre)

829 total views, 2 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Marrakesh, BIKE, Terno Rei
ARTISTA: Catavento
MARCADORES: Indie, Ouça, Psicodelia

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.