Resenhas

Run the Jewels – Run the Jewels

MCs Killer Mike e El-P formam parceria e disponibilizam gratuitamente este bom disco de Hip Hop. Confira a nossa análise aqui, e mantenha a chama do estilo acesa no seu Ipod.

 2,370 total views

Ano: 2013
Selo: Fool's Gold Records
# Faixas: 10
Estilos: Hip Hop
Duração: 33:00
Nota: 3.5
Produção: El-P, Killer Mike, Little Shalimar

Como se impor? Como adquirir o respeito alheio? Se passeássamos pela história dos Homens e o seu estudo, a Antropologia, veríamos que a convivência entre seres “racionais” da mesma espécie nos traria situações em que alguns se destacariam mais. Por quê? Pela incorporação de riscos, coragem. Qual o motivo que levava, a princípio, os elementos masculinos a serem os tomadores de atitude? Pois os corajosos seriam os que teriam a chance de encontrar seres de outro gênero a querer procriar e assim progredir a linhagem, uma decisão que obviamente mais fácil para os homens por serem os caçadores, logo mais fortes para submeter as mulheres às suas vontades.

Atualmente, milhares de anos depois do período em que os primeiros Homo sapiens ainda utilizavam o que a evolução biológica e a seleção natural haviam lhe deixado, momento em que perigos eram muito mais intensos, o padrão de procura de respeito e destaque ainda existe na nossa sociedade. Indo passa desde as redes sociais e a busca por likes até os novos 15 minutos de fama em um vídeo do Youtube, aquela sensação de “sou fod…” ainda passa pela cabeça de várias pessoas. No Hip Hop isso não fica atrás e quanto mais pesado e brutal você for atrás da fama e do dinheiro, melhor pra você. É óbvio que existe possibilidades para os músicos independentes mas o que um artista busca sempre é o reconhecimento e respeito. E é isso que os MCs Killer Mike e El-P buscam em sua primeira parceira ativa, no papel dos microfones e batidas, intitulada Run The Jewels, disponibilizado de forma gratuita.

Versos poderosos em que a vida noturna é colocada a prova utlizando-se das mais diversas drogas em festas ou no cotidiano, são o chamariz para o peso contido em cada uma das faixas em Run The Jewels. Desde o primeiro verso de Twin Hype Back com a participação de Prince Paul, em que escutamos “Now come over here and let me give you a tongue kiss on your hot pocket” vemos qual é a intenção do álbum: colocar batidas capazes de fazer as mulheres pirarem através do som. É o respeito e a dança do acasalamento sendo feita de modo inverso: a música é a atitude dos artistas e o que se espera, bem, não precisamos ser mais diretos do que isso.

No entanto, o poder de cada faixa, nervosa do começo ao fim, faz com que tais personagens pareçam críveis e que a vida contada em cada verso seja fáctivel. Com um olhar atento e descritivo, ambos os MCs funcionam bem quando colocados lado a lado. São em faixas como Job Well Down em que El-P abre e Killer Mike detona no refrão: “I get so high, I close my eyes Like I may die, and I won’t come down” que vemos os frutos dessa parceria. Samples sexy com guitarras esparas e baixos vibrantes fazem um bom trabalho em tentar impressionar logo de cara.

Banana Clipper com Big Boi do Outkast ganha muito destaque com uma orquestração pesada e safada. Brincadeiras com sons polifônicos de videogame fazem da batida de 36 Chain uma viagem nostálgica aos 1990 em que Notorious B.I.G e Tupac Shakur batalhavam nas paradas de sucesso e nas ruas para mostrar quem era o cara do Hip Hop. Tudo isso ocorria enquanto jogávamos Super Nintendo.

Tanta ostentação pela vida noturna, não deixa o tom do disco fugir de um Hip Hop costumeiro, o que não é necessariamente bom. O que interessa é possibilidade de vislumbrar tudo o que os MCs propagam, ao vivo, quando faixas Sea Leg ou No Come Down caírem nas baladas do gênero e o poder do som ser mais interessante do que simplesmente mostrar quem é o bonzão. Run the Jewels não deixa de ser um bom disco com músicas interessantes mais pela instrumentação do que pelo conteúdo lírico e vai direto ao ponto em seus 33 minutos.

 2,371 total views

BOM PARA QUEM OUVE: Kendrick Lamar, A$AP Rocky, Kanye West
MARCADORES: Hip Hop, Ouça

Autor:

Economista musical, viciado em games, filmes, astrofísica e arte em geral.