Resenhas

White Denim – Corsica Lemonade

Blues Rock influencia muito o trabalho da banda do Texas, que acaba criando o seu disco mais acessível e autoral

 2,574 total views

Ano: 2013
Selo: Downtonw
# Faixas: 10
Estilos: Blues Rock, Garage Rock
Duração: 37:45
Nota: 4.0
Produção: Jeff Tweedy, Jim Vollentine

A idade inevitavelmente faz bem a todo mundo. Pode não te deixar mais belo mas certamente te deixará mais sábio, e de uma forma encorpada e consciente que o White Denim chega ao seu mais novo disco. Com pouco tempo de vida mas muitas obras no currículos, estes texanos de Austin passaram pelos mais variados estilos até chegar ao seu atual estado de Blues Rock.

No entanto, passagens pelo Garage Rock, Progressivo e Experimental ainda dão as caras neste que parece ser o álbum mais acessível e coeso do grupo. Longe da costumeira falta de foco que levava o grupo a um grande pluralismo em termos de composições e consequentemente dispersão, Corsica Lemonade explora caminhos abertos anteriormente por outros grupos e deixa a sua marca.

O início do Black Keys e White Stripes era basicamente a espinha dorsal do que vemos aqui. Blues Rock puxados na voz e em riffs precisos aliados a uma constante hipnose que ambos proporcionam conjuntamente. No entanto, estamos lidando com uma banda que brinca com formas de composição nunca usuais, tempos fora do padrão, um estilo basicamente jazzístico de criação musical. At Night in Dreams é progressiva como Zappa fazia em suas linhas de instrumento ao mesmo tempo que incorpora os versos James Petralli de uma forma muito acessível.

A faixa título é tipicamente regional do estado do Texas mas com quebras de ritmo, mudanças de riff altamente inspiradas, algo realmente difícil de se notar atualmente na música. Podemos sentir que apesar de escutarmos faixas produzidas por Jeff Tweedy do Wilco,por exemplo, o foco aqui está muito mais no feeling e como a banda sabe trabalhar junto. Pretty Green música que se encaixa neste perfil é um Rock extremamente clássico e excelente.

Curiosamente as introduções de faixas como New Blue Feeling mostram um som diferente, enérgico que depois se dissipa na voz aveludada de Petralli. Ele que traz o público para mais perto e que após feito o contato inicial, só consegue se deixar levar por baladas hipnóticas. As bandas citadas acima parecem tão menos virtuosas após escutar Corsica Lemonade, um disco que se aproxima do melhor que o Blues Rock consegue oferecer ao mesmo tempo em que os artistas envolvidos parecem desviarem-se dos padrões comuns.

O som visto aqui é tão bom, que nem de longe soa complexo demais ou exibido como algumas bandas de metal tentam fazer. No entanto, vemos estruturas que nos permitem entender e apreciar um som que é tudo isso mas “humilde”. Let it Feel Good é simplesmente uma balada incrível mas muito bem trabalhada que te faz viajar no tempo enquanto os instrumentos criam linhas básicas. Cheer Up/Blues Ending é o talento demonstrado, Petralli destrói sua voz enquanto a orquestração é totalmente fora do comum, tente mexer os pés no ritmo escutado aqui e você terá uma noção de como o som consegue ser tão elaborado e acessível ao mesmo tempo. A viagem no meio da faixa é simplesmente fantástica, uma psicodelia tangente que talvez só o Tame Impala consegue fazer sem desprender-se do público.

Limited Signature é pesada e muito bem construída enquanto Distant Relative Salute tem viradas de bateria e guitarra que fariam Frank Zappa sorrir. No entanto, não fazem parte do experimentalismo do músico e sim do virtuosismo em criações harmônicas totalmente fora do comum e pensadas milimetricamente. Notavelmente, a obra do White Denim abre portas para os aproximarem do grande público e sem se afastar dos fãs de música feita por profissionais. Visto como uma evolução gigantesca em relação aos recentes ensaios de Blues Rock, o grupo cria uma obra bastante coesa e que deve agradar e muito os fãs do Rock Clássico e swingado.

 2,575 total views

BOM PARA QUEM OUVE: The White Stripes, Wilco, The Black Keys
ARTISTA: White Denim

Autor:

Economista musical, viciado em games, filmes, astrofísica e arte em geral.