Ryley Walker - Deafman Glance

Ryley Walker - Deafman Glance
  • Ano: 2018
  • Selo: Dead Oceans
  • Estilos: Folk, Indie
  • Duração: 41'
BBBBa

"Toca o telefone, atendo e ouço a sua voz etílica. Bêbada de sono me acalenta noite adentro, melodia" - se a música da cantora Céu pouco tem a ver esteticamente com o trabalho de Ryley Walker, ela ajuda a explicar a sensação de ouvir seu Deafman Glance. Em mais um grande exemplar dentro de sua discografia, o músico norte-americana constrói climas envolventes com uma musicalidade primorosa dentro da intersecção do Folk com o Indie de hoje em dia.

As nove faixas que compõem o trabalho trazem linhas narrativas um tanto imprevisíveis. Algumas se estendem por mais de cinco minutos como se vagassem alcoolizadas por ruas e esquinas metafóricas, investigando aspectos introspectivos da vida em uma tentativa de se conectar com o mundo ao seu redor. É "viajado" sim, mas com uma sensibilidade latente.

Não é difícil notar como a guitarra elétrica co-protagoniza a obra ao lado de sua voz, uma prática menos explícita em seus trabalhos anteriores. Faixas como Accommodations e Spoil with the Rest mostram como o músico está seguro para explorar também outros timbres, estéticas e dinâmicas sem medo do estranhamento do ouvinte. Lembra um Kurt Vile um pouco mais inquieto às vezes, ou um Nick Drake desinibido e alcoolizado.

De qualquer forma, a beleza de suas composições e arranjos continuam sendo o que fala mais alto em seu trabalho. O próprio vocal de Walker, que sempre fez o artista nascido em 1989 mais maduro (em timbre e interpretação) parece ter encontrado agora uma ambientação - mais elétrica e ainda menos convencional - na qual ele soa ainda melhor. Isso faz com que Deafman Glance tenha cara de um lançamento envelhecido 12 anos em um barril de carvalho para nos acalentar noite adentro em um altíssimo nível de qualidade.

(Deafman Glance em uma música: Telluride Speed)

Bom para quem ouve: Kevin Morby , Nick Drake , Kurt Vile

Artista: Ryley Walker

Marcadores: Folk, Indie