Resenhas

Jessie Ware – Tough Love

Artista acerta novamente, dando um passo certeiro em sua carreira

2,065 total views, no views today

Ano: 2014
Selo: Universal Music International Ltda.
# Faixas: 11
Estilos: Pop, Pop Alternativo, Soul Pop
Duração: 40:21
Nota: 4.0
Produção: BenZel, Okumu, Ford, Emile Haynie e Nineteen85

Confesso que sinto certo alívio quando vejo pessoas como Jessie Ware ascendendo em sua carreira. Digo isso porque parece claro que desde o lançamento de sua estreia, Devotion, a artista dirige sua trajetória com maturidade o suficiente para não apostar todas as suas fichas no status de diva, musa ou, enfim, qualquer outra condição que diga mais respeito à sua fama do que sua música. Não que uma coisa esteja necessariamente separada da outra (ainda no mundo Pop do qual Ware faz parte) mas o modo quase despretensioso (profissional, mas cheio de parcimônia) como parece encarar sua carreira denotam sua real intenção: expressar-se artisticamente.

Ainda dentro do Neo Soul com traços R&B de seu lançamento anterior, Tough Love parece mais ao lado de um Pop Alternativo que gosta de apostar nas idiossincrassias dos ruídos eletrônicos para situar um ambiente elegante: algo sombrio de Lorde, que evoca vez ou outra o groove glamuroso de Prince mas que flerta com muito mais insistência com os ares nublados de The xx ou mesmo Darkside. Todavia, Tough Love parece a apropriação mainstream do que poderia soar como “Alternativo” ao invés de uma faceta claramente experimental enquadrando em módulos palpáveis do mercado radiofônico como Zola Jesus. Enfim, ainda se trata daquela “badalada região entre o alternativo e os holofotes” (como diria André Felipe de Medeiros), com o óbvio diferencial de suas origens.

O sintoma mais claro está na escolha do primeiro single (e videoclipe, abaixo) Say You Love Me, de longe a mais pegajosa do álbum (tanto que quase destoa das demais), a faixa soa como uma aposta certeira de sucesso. Mas Tough Love como um todo, felizmente, não está acomodado em fórmulas pré-concebidas. É um álbum bem acabado, hi-fi, mas que soa alternativo, um Downtempo feito para sofrer de madrugada (Sweetest Song) ou para dançar embalado pela nostalgia Disco (Want Your Feeling). Um passo à frente, na medida certa, de seu trabalho anterior.

2,066 total views, 1 views today

BOM PARA QUEM OUVE: Sam Smith, Lorde, Sky Ferreira
ARTISTA: Jessie Ware

Autor:

Discreto e silencioso. Falo pouco, ouço bem, porém.