Resenhas

Mayer Hawthorne – Party of One

Pequeno EP de três faixas dá continuidade à sonoridade esperada do músico

1,462 total views, no views today

Ano: 2016
Selo: BMG Rights Management/LLC d/b/a Vagrant Records
# Faixas: 6
Estilos: Soul, R&B
Duração: 22'
Nota: 3.0

Mayer Hawthorne é um dos personagens mais divertidos da música derivada do Soul e R&B que apareceram nos últimos anos. Nem tanto por sua figura em si, mas porque ele tem aquele charme de ator coadjuvante que rouba a cena, o alívio no meio da trama que faz todos relaxarem e dançarem sem compromisso.

Party of One é um pequeno EP composto de três faixas inéditas e suas versões instrumentais, e serve como continuidade a essa sua musicalidade despretensiosa e, ao mesmo tempo, glamourosa por natureza. É um som noturno, um tanto nostálgico e outro tanto bem humorado. Se você já conhece e gosta do cara, não terá do que reclamar.

Já para quem nunca se interessou por sua música, provavelmente não será agora que essa história muda. As faixas não apresentam nenhuma novidade em relação a qualquer coisa que ele já tenha lançado e suas versões sem vocal incluídas ao final não fazem lá tanto sentido – será que existe demanda para elas?

No mais, é um pequeno disco divertido, que oscila entre momentos mais dançantes e outros mais para bailar juntinho, naquele clima grooveado que sempre vale a pena. Peça um drink e venha para a festa.

(Party of Once em uma música: Time for Love)

1,463 total views, no views today

MARCADORES: R&B, Soul

Autor:

Comunicador, arteiro, crítico e cafeínado.