Willow – The 1st

No seu aniversário de 17 anos, artista entrega álbum sofisticado

1,653 total views, 6 views today

Ano: 2017
Selo: Roc Nation
# Faixas: 11
Estilos: Pop Alternativo, Singer-Songwriter
Duração: 34
Nota: 4.0

Willow Smith, ou simplesmente Willow, apareceu no mundo da música cedo. Quando seu single Whip My Hair se tornou um fenômeno mundial, a artista tinha apenas 10 anos de idade. Tanto é que, aos dezessete anos, com o lançamento do seu segundo álbum completo, já é possível falar em maturidade, evolução e outros termos que raramente usaríamos para alguém que ainda não atingiu a maioridade.

The 1st vem na sequência do EP Mellifluous e do álbum Ardipithecus e, como seu título indica, parece pretender ocupar o lugar de primeiro álbum sério da artista, como se suas incursões até aqui tivessem sido uma espécie de aquecimento. Parece inacreditável, dado o alcance da fama da artista e sua idade, mas existe um salto qualitativo em The 1st, se comparado a seus predecessores.

Existe um bom gosto estético na produção que não recorre ao establishment do Pop, Nuances percussivas, timbres de violão acústico, contrabaixos sincopados, tudo evoca outros tempos do mainstream e um paladar construído com o tempo. As letras são íntimas e falam de angústias adolescentes, desastres amorosos, ansiedades e assim por diante. Existe também uma pegada de “estudante de filosofia” que lembram muito os trejeitos de seu irmão Jaden.

É possível pensar em Lorde, The Internet, Princess Nokia e uma amálgama de gente jovem que tem um ouvido sofisticado. The 1st é um álbum que não foge aos temas adolescentes – como deveria ser -, mas os apresenta com requinte e jogo de cintura. Pode ouvir sem medo.

(The 1st em uma música: Warm Honey)

1,654 total views, 7 views today

Autor:

Discreto e silencioso. Falo pouco, ouço bem, porém.